PSB denuncia caos em Mamanguape: “está tudo abandonado na cidade”; assista

1

Na tentativa de preencher as lacunas existentes na cidade de Mamanguape, Maria Eunice (PSB), se lança, pela segunda vez, como pré-candidata à prefeita da cidade. Em entrevista ao Paraíba Já, a socialista explicou os motivos pelos quais ainda insiste em conduzir a gestão da cidade.

“Eu venho insistindo nisso aí, porque sou filha natural de Mamanguape, nasci, me criei, estudei e construí uma filha de cinco filhos lá. Eu vejo uma cidade carente, tenho muita esperança de que pode ser melhor. Acho que quando se quer pode se fazer uma diferença, até porque nós temos um timoneiro, o governador Ricardo Coutinho, que nos deixa esse legado e exemplo como gestor, principalmente o que ele fez em minha cidade. Ricardo, em Mamanguape, construiu um hospital em quatro anos. Construiu uma escola técnica, construiu um grande conjunto residencial de 597 unidades. Foi uma pessoa que transformou a cidade, e acredito que um gestor municipal, tendo vontade política, pode mudar uma cidade”, explicou.

Maria Eunice ressaltou os principais problemas enfrentados, hoje, na cidade de Mamanguape. “Eu vejo Mamanguape com uma saúde muito precária, porque depois que o governador construiu um hospital regional, um único hospital municipal que existia na cidade, o prefeito fechou. Isso não existe! Como pode, um gestor que é da área de saúde, é fisioterapeuta e vai se formar como médico, fechar um hospital? Acho que uma unidade de saúde, você abre mais uma, mas não fechar. E as unidades básicas de saúde, PSF, que são mais ou menos uns 16 postos, uma cidade relativamente grande, ela funciona precariamente. Se tem o gabinete odontológico, falta o material, se tem o material, o dentista não comparece porque não recebe. O povo carece e sofre muito com a saúde. Temos também o problema da educação, as escolas funcionam precariamente, em mal estado de conservação, as pessoas reclamam muito da merenda. A cidade está totalmente abandonada”, revelou.

Sobre a atuação do atual gestor da cidade, o prefeito Eduardo Brito (PR), Maria Eunice foi cautelosa. “Ele raramente é visto na cidade. Eu não gosto de criticar a pessoa, mas eu critico a gestão. Dele eu prefiro não falar nada, mas ele é verdadeiramente ausente”, criticou.

A pré-candidata revela que já conseguiu apoio de alguns partidos na sua base de sustentação. “Nós temos regimentado um grande número de partidos conosco, estamos juntos com 12 partidos na base de sustentação da minha candidatura. Iniciamos também as plenárias de bairro, é um trabalho diferenciado, uma marca do PSB. Ricardo nos orienta a fazer isso. Nós temos ouvido a população, e o povo tem percebido esse diferencial, porque o povo estava acostumado a só ouvir. Agora o povo tem voz e vez, opinar, reinvidicar, solicitar, isso tem sido muito bom”, disse.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here