Projeto idealizado pela CBTU expõe nos trens urbanos painéis com poesias de Lau Siqueira

    2

    Os passageiros dos trens urbanos já estão podendo conhecer um pouco mais sobre a literatura de Lau Siqueira. É que a Parede Poética/Estação Poesia, uma parceria entre o Serviço Social do Comércio (Sesc) Paraíba e a CBTU João Pessoa, proporciona aos usuários uma aproximação entre poetas e escritores paraibanos com o seu público. A exposição exibe painéis com versos e poemas do gaúcho/paraibano Lau Siqueira e a arte de Cristina Carvalho durante todo o mês de julho, na Estação João Pessoa.

    Para o poeta, estar no projeto significa vivenciar uma relação mais próxima dos leitores e assim, poder disseminar o pensamento contido em suas obras. “Escrevo poemas desde menino e essas experimentações com a linguagem acabaram me dando um certo e inesperado reconhecimento de público e crítica. Integrar a tradicional Parede Poética do SESC e Estação Poesia da CBTU, um espaço precioso da poesia paraibana é uma honra. Principalmente por dividir o espaço com uma artista admirável como Cristina Carvalho”, diz.

    O projeto Parede Poética/Estação Poesia permanecerá em cartaz na plataforma de embarque e desembarque da Estação Ferroviária de João pessoa até meados de agosto. Para os passageiros-leitores, a iniciativa é salutar porque eles passam a conhecer a literatura produzida no Estado. “É uma iniciativa maravilhosa porque nos faz meditar diante dos poemas que estão nos painéis. Às vezes situações tão simples são expostas de forma tão poética que nos faz a ver a vida com outros olhos”, afirma a estudante universitária Vilma Lúcia de Souza.

    Lau Siqueira

    Nasceu em Jaguarão-RS e reside há 30 anos em João Pessoa. Publicou cinco livros de poemas: O Comício das Veias, 1993, Editora Idéia-PB; O Guardador de Sorrisos, 1998, Editora Trema-PB; Sem Meias Palavras, 2002, Editora Ideia-PB; Texto Sentido, 2007, Bagaço-PE; Poesia Sem Pele, 2011, Editora Casa Verde-RS. Participou de diversas antologias, entre elas, “Na virada do século – poesia de invenção no Brasil”, Editora Landy-SP, 2002, organizada por Frederico Barbosa e Cláudio Daniel; Moradas de Orfeu, 2011, Editora Letras Contemporâneas, organizada por Marco Vasques; Bicho de Siete Cabezas, antologia de poetas brasileiros lançada na Argentina. Editorial De Todos Los Mares, Córdoba, argentina; organizada por Martin Palácio Gamboa; Arqueólogo da Palavra e Anatomia da Língua, antologia de poesia dos poetas de Língua Portuguesa lançada em Moçambique, Editada pelo Movimento Literário Kuphaluxa, organizada por Amosse Mucavele. Também foi escolhido por Ruth Rocha para integrar a antologia “Poemas que Escolhi para Crianças”, lançada em 2013 pela Editora Salamandra, um braço editorial da Editora Moderna. Atualmente, no prelo, esperando a publicação de Livro Arbítrio, também pela Editora Casa Verde, de Porto Alegre. Lau Siqueira escreve também para jornais, revistas e portais. A exemplo da revista Discutindo Literatura, dos Jornais A União e Jornal da Paraíba.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here