Professores de JP fazem protesto inusitado e elegem Cartaxo ‘inimigo’ da Educação

0

A professora da rede municipal de João Pessoa Áurea Augusta, emitiu uma nota na tarde desta terça-feira (19), esclarecendo os motivos pelos quais a greve dos professores da rede municipal foi paralisada e explicou porque que a categoria realizou um cortejo fúnebre e homenagearam o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) como o “prefeito inimigo da Educação”, durante ato político-cultural realizado nesta segunda-feira (19), na Praça da Paz, nos Bancários.

Leia a nota na íntegra

Ontem (18/04/2016), nós, Trabalhadores em Educação do município de João Pessoa, obrigados pela justiça, suspendemos nossa greve. Realizamos mais um ato denunciando a sociedade os DESCASOS e DESRESPEITO com que o prefeito Cartaxo vem tratando a Educação. O ato pedagógico-cultural foi realizado na Praça da Paz no bairro dos Bancários no começo da noite, contamos com apresentações culturais, recital de poesia, além de uma performance de cortejo fúnebre (simbolizando o DESCASO com a educação) com exposição de imagens do sucateamento das escolas, velas, véus, mordaças e a entrega do DIPLOMA DE PREFEITO INIMIGO DA EDUCAÇÃO AO GESTOR 0% DA CIDADE DE JOÃO PESSOA. Conclamamos a categoria que fique atenta ao calendário de lutas votado em assembleia. A luta continuará. Continuaremos denunciando e lutando nas escolas e nas ruas!! A LUTA CONTINUA, NAS ESCOLAS E NAS RUAS!!! Áurea Augusta – professora da rede municipal de ensino de João Pessoa

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here