Processo seletivo com 62 vagas para UPA de Patos é suspenso pelo TCE

0

Foi suspenso na tarde desta quarta-feira (14) o processo seletivo que previa o preenchimento temporário de 62 vagas nos cargos do quadro de pessoal da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) da prefeitura municipal de Patos, no Sertão paraibano. A decisão aconteceu a pedido do Ministério Público de Contas.

Segundo informação divulgada pelo Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB), a suspensão foi representada pelos procuradores do TCE Marcílio Toscano França, Luciano Andrade e Bradson Tibério. Segundo ele, a seleção, mediante simples exame curricular para funções na área médica, desrespeita a exigência legal do concurso público.

O conselheiro Marcos Costa, relator das contas de Patos, aceitou a representação feita pelos três procuradores e determinou que as providências já determinadas fossem acatadas de imediato pelo chefe do Poder Executivo Municipal. Caso contrário, será aplicada uma multa, além do “bloqueio de contas bancárias e outras cominações legais aplicáveis ao caso”, segundo nota divulgada pelo TCE.
O prefeito de Patos e o presidente da Comissão do Processo Seletivo Simplificado, caso pretendam apresentar defesa, devem encaminha-la no prazo de 15 dias.

Iniciadas em 5 de setembro, as inscrições dos interessados no preenchimento dessa vagas seriam feitas, caso não houvesse a suspensão, até o próximo dia 20, como consta do mesmo edital. Os candidatos selecionados deveriam prestar serviços na Unidade de Pronto Atendimento Dr. Otávio Pires de Lacerda (UPA).

Informações do G1.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here