Presidente do Sousa dispara contra o Belo: “querem assaltar o campeonato”

0

O presidente do Sousa, Aldeone Abrantes, está indignado. Revoltado. Enfurecido. E segundo declarações dele mesmo, ditas nesta segunda-feira na sede da Federação Paraibana de Futebol, o motivador de toda esta revolta é o que ele chama de tentativa do Botafogo-PB de “assaltar o campeonato”.

Tudo começou durante a reunião entre FPF e clubes que definiria os jogos de mata-mata da competição. Em certo momento, dirigentes do Belo apontaram uma falha no regulamento que, segundo eles, permite que o clube pessoense se classifique com uma vitória e uma derrota, independente dos resultados.

O Belo se baseia em um texto mal escrito do Artigo 14, que fala justamente sobre os critérios de desempate, e defendeu a tese de a campanha geral em todo o campeonato prevalece ao saldo de gols. Assim, o Belo poderia perder por uma diferença de vários gols num dos jogos, mas bastaria para vencer por 1 a 0 o outro duelo que garantiria a classificação. A tese defendida pelo time de João Pessoa beneficiaria também Campinense e Paraíba contra Treze e CSP respectivamente. Mas gerou uma violenta reação sousense.

– Nós vivemos num país em que a corrupção está sendo passada a limpo. Nós vivemos num país em que está se buscando a legalidade das coisas. Nós não queremos legitimar a ilegalidade e por isto eu me retirei desta reunião absurda. Eu vivo o futebol. Eu fui jogador de futebol, fui treinador. Eu vivo a esportividade. Gosto de perder dentro de campo. Quem jogar melhor que ganhe. Mas tem gente querendo ganhar fora do campo. Querem ganhar antes do jogo começar – disparou.

Ele reclamou ainda da “violência” dos dirigentes rivais. E apesar de não citar nomes, relatos indicam que a briga principal dentro da reunião foi entre Aldeone e Breno Morais, este vice-presidente do Belo.

– É muito grito na gente. Querem agredir, gritar, e isto eu não aceito. Em qualquer torneio do mundo que você jogar, quem tem a melhor campanha tem as vantagens naturais, de jogar a última partida em casa e jogar por dois resultados iguais. Isto é normal. Mas se apegar a um filigrama (pequeno detalhe) do regulamento para se beneficiar? Isso é muito feio, ainda mais partindo de um clube que se diz grande – completou.

Presidente do Sousa dispara contra o Belo: "querem assaltar o campeonato"
Dirigentes do Belo, Breno Morais e Guilherme Novinho defendem tese polêmica no Campeonato Paraibano
(Foto: Edgley Lemos / GloboEsporte.com/pb)

Aldeone prosseguiu. E questionou a legalidade da coisa toda.

– Quer dizer que se o sousa ganhar por 3 a 0 no Marizão e o Botafogo vencer por 1 a 0 no Almeidão… Aí o classificado é o Botafogo? É isto o que eles querem me convencer? E o regulamento geral das competições? E os critérios técnicos? Isto é inadmissível.

+ Regulamento “omisso” do Paraibano 2016 adia definição sobre mata-mata

Com a saída de Aldeone, a reunião acabou suspensa sem definições. O presidente da Federação Paraibana de Futebol, Amadeu Rodrigues, disse que vai se reunir com sua diretoria técnica e prometeu se posicionar sobre o caso ainda nesta terça-feira.

Aldeone, contudo, diz que não pretende mais se reunir para discutir o que quiser:

– Façam o que quiser. Se já quiserem classificar o Botafogo antes mesmo dos jogos, fiquem a vontade. Mas eu não vou compactuar com este absurdo. Se isto acontecer, vai virar um escândalo nacional.

Presidente do Sousa dispara contra o Belo: "querem assaltar o campeonato"
Reunião foi encerrada nesta segunda-feira sem definições sobre critérios de classificação para a próxima fase
(Foto: Edgley Lemos / GloboEsporte.com/pb)

As informações são do Globo Esporte PB.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here