Presidente do PSOL da PB critica deputado que pediu o fim da greve dos professores

    0

    O presidente do PSOL paraibano, Fabiano Galdino, criticou o deputado estadual Anísio Maia (PT) pelas declarações que o parlamentar fez em torno da greve dos professores do município e do Estado. No último dia 3, Anísio Maia fez declarações públicas nas quais pediu que “os grevistas voltem a dar aulas para evitar possíveis punições” e ainda afirmou que “a gente faz o apelo para não precisar aplicar medidas mais duras ou ter que substituir os profissionais”.

    Baseando-se nessas declarações de Anísio Maia, o presidente estadual do PSOL, Fabiano Galdino, usou o seu perfil no Twitter para criticar a postura do deputado desfavorável às lutas e bandeiras dos professores. “O deputado Anísio Maia (PT), que enfrentou muitas eleições para somente ser eleito em 2010 e reeleito em 2014, descobriu agora que os trabalhadores precisam recuar de suas bandeiras e direitos”, comentou.

    E prosseguiu na crítica a Anísio Maia: “Assim, ele pediu a professores da prefeitura da Capital e do Estado que desistam da greve. E ainda justificou: Estado e prefeitura, governados por seus aliados, Ricardo Coutinho e Luciano Cartaxo, está em crise e não podem atender a pauta dos grevistas”.

    Por fim, Galdino disse que o parlamentar do PT se acomodou e lembrou do ex-deputado Chico Lopes, que foi o primeiro deputado eleito do PT nos anos 90. “Amadurecimento político do deputado ou mudança de visão em face do poder? A trajetória de Anísio dá um giro para a acomodação, algo que desnatura suas lutas. Lamentável. O velho Chico Lopes faz falta”, finalizou.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here