Presidente da Fepesca diz que benefício a pescadores foi dado por RC e desmente Cássio

    0

    O presidente da Federação dos Pescadores e Aquicultores do Estado da Paraíba (Fepesca-PB), Zélio da Silva Nascimento, procurou espontaneamente a coligação ‘A Força do Trabalho’, na manhã desta terça-feira (23), para desmentir o ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB), que durante debate promovido pela Rádio Arapuan FM, na tarde de segunda-feira (22), afirmou que teria isentado os pescadores, proprietários de motocicletas de até 200 cilindradas, do pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

    “Estava escutando o debate e fiquei indignado com as declarações do ex-governador. Não é verdade que ele isentou o IPVA dos pescadores! Quem nos concedeu esse benefício foi o governador Ricardo Coutinho (PSB), e isso aconteceu justamente em setembro do ano passado. Eu mesmo participei da solenidade no auditório da Asplan, quando o atual governador assinou uma Medida Provisória isentando nós pescadores, donos de motos de até 200 cilindradas, do pagamento do IPVA e das demais taxas estaduais do Detran”, contou o presidente da Fepesca-PB.

    Zélio Nascimento lembrou que a iniciativa de Ricardo foi tomada a partir de um projeto apresentado pelo deputado estadual Anísio Maia (PT). “Como o Poder Legislativo não tem prerrogativa para isentar taxas, o governador acatou a proposta do deputado Anísio Maia e editou a Medida Provisória. Acompanhei todo o processo, por isso, resolvi restabelecer a verdade”, destacou o presidente, acrescentando que em maio de 2013 se reuniu pessoalmente com o governador para tratar do benefício aos pescadores.

    O dirigente da Fepesca-PB destacou que iniciativa de Ricardo permitiu que o valor do emplacamento das motos dos pescadores caísse pela metade, proporcionando mais renda para a categoria. “Viajo por toda a Paraíba, visitando as 53 colônias de pescadores existentes no Estado. Nossa categoria está muito satisfeita com Ricardo, porque com as motos regularizadas, os pescadores podem fugir da figura do atravessador e utilizar suas motos para vender o peixe diretamente nas comunidades”, enfatizou Zélio Nascimento, acrescentando que 60% dos 30 mil pescadores cadastrados na federação possuem motos e foram beneficiados com a isenção de taxas concedida pelo governador socialista.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]