Sebrae Top 100 de Artesanato pré-classificou trabalhos de 24 artesãos paraibanos

0

Trabalhos de 24 artesãos paraibanos já estão pré-classificados para o Prêmio Sebrae Top 100 de Artesanato. O concurso selecionou 200 unidades produtivas entre mais de 2,1 mil inscritas em todo o país que, agora, irão para o júri final. A Paraíba é o segundo estado brasileiro com mais trabalhos pré-selecionados, perdendo apenas para Minas Gerais, com 34 artesãos concorrendo. Os 100 melhores serão divulgados no dia 1º de agosto.

Esta é a quarta edição do prêmio que reconhece as 100 melhores unidades de produção artesanal, não somente pela qualidade dos seus produtos, mas também por suas práticas de gestão. “Esta premiação é mais uma oportunidade de reconhecimento do nosso artesanato”, disse a analista técnica do Sebrae Paraíba, Maísa Duarte.

Ela acrescentou que estes pré-classificados receberão o certificado de participação e serão analisados por um júri técnico até o final de julho. As duzentas unidades melhor pontuadas, mas não premiadas, receberão uma correspondência eletrônica apontando os pontos críticos em sua avaliação com sugestões de medidas corretivas. Todas as unidades participantes receberão a Cartilha do Artesanato Competitivo.

As cem unidades artesanais vencedoras terão o direito de uso do selo “Prêmio Sebrae Top 100 de Artesanato – 4a edição” por três anos e divulgação de três produtos nos sites do Sebrae Nacional e de sua região, no CD promocional e no catálogo. Os vencedores ainda participam da Feira “Mãos de Minas” e da Fenearte (PE), além de rodadas de negócios.

As melhores unidades produtoras foram escolhidas com base em 11 critérios: práticas de inovação, qualidade dos produtos, identidade e compromisso cultural, embalagem, condições de trabalho, sustentabilidade ambiental, organização da produção, adequação econômica dos produtos, práticas comerciais, responsabilidade social e planejamento e gestão.

Histórico – O Top 100 de Artesanato foi criado em 2006, a partir da necessidade de apontar novas abordagens de estímulo à produção artesanal brasileira. Na sua primeira edição, o prêmio recebeu 585 inscrições. A segunda edição, em 2009, contou com 1.000 inscritos e, na última, em 2011, foram 1.826 inscritos, sendo 90 da Paraíba. Agora, na quarta edição, foram 2.145 inscritos nacionalmente e 84 na Paraíba.

O estado paraibano já tem um histórico de reconhecimento no Top 100 de Artesanato. Nas três últimas edições da premiação, a Paraíba teve 25 trabalhos vencedores. Em 2011, na última edição, o labirinto, a renda renascença, o algodão colorido e o bordado cheio foram reconhecidos pelo Prêmio.

Informações do Turismo em Foco.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here