Prefeituras da PB custeam pagamento de carros-pipas com recursos próprios

    0

    “É lamentável essa indiferença e insensatez do governo federal, que não repassa recursos para os estados que tem cidades que estão em situação de colapso no abastecimento de água, piorando ainda mais a situação e penalizando os municípios, que deixam de investir em ações importantes para suprir a necessidade básica da população de ter, pelo menos, água para consumo humano”. O desabafo do deputado estadual Jeová Campos, presidente da Frente Parlamentar da Água da Assembleia Legislativa da Paraíba, foi feito ao final da audiência pública realizada pela Frente, na noite desta sexta-feira (08), na Câmara Municipal de Picuí.

    Segundo Jeová, várias prefeituras estão bancando essa despesa. A cidade de Esperança, por exemplo, está sendo abastecida em sua totalidade por carros-pipa custeados pela Prefeitura que precisa destinar cerca de R$ 100 mil/mês para atender minimamente a necessidade do consumo humano local. “Isso é uma situação gravíssima. E até quando as prefeituras vão aguentar?”, questiona o deputado que endossa a decisão do governador Ricardo Coutinho de redirecionar os recursos que seriam destinados às festas juninas, para ações de combate à seca.

    As cidades de Cuité, Nova Floresta, Sossego e tantas outras, segundo Jeová  também estão na mesma situação de Esperança, com colapso total e tendo que redirecionar recursos, que já são escassos, para pagar água para atender as necessidades básicas das pessoas. “É preciso que o Ministério da Integração libere recursos urgentemente porque a necessidade de água é para hoje”, enfatiza Jeová, que junto com os deputados Renato Gadelha, Buba Germano, João Bosco Carneiro e Charles Cambaraense, que substitui o titular Tião Gomes, participou da audiência pública em Picuí. O prefeito da cidade, Acácio Araújo, o gerente regional da Cagepa na Borborema, Simão Almeida e várias lideranças da região também prestigiaram a audiência que terminou por volta das 20h.

    A próxima audiência pública da Frente Parlamentar da Água da ALPB será no dia 14, na cidade de São Bento, quando será encerrado o trabalho de campo e coleta de dados. “A partir daí, vamos sintetizar todas as informações que colhemos com as ações da Frente e transformá-las num relatório que será encaminhado às autoridades competentes, não apenas com um relato, mas, com sugestões para resolver as questões levantadas”, finaliza o deputado Jeová Campos.

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here