Prefeitura de Mamanguape entrega 10 toneladas de alimentos a famílias carentes

0

A secretária de Assistência Social, Baby Helenita agradeceu a todos que colaboram para a segunda edição do projeto, como a Prefeitura de Mamanguape, CONAB, Secretaria de Agricultura, CRAS, entre outros envolvidos que contribuíram para a realização da entrega dos alimentos.

A Presidente da Associação Comunitária em Benefício dos Moradores de Alagoas, Livramento Barbalho, disse que reconhece os benefícios que o projeto oferece tanto para as pessoas que recebem os alimentos, quanto para os produtores da agricultura familiar. Destacou ainda que, mesmo com o último período de seca, estão conseguindo trabalhar com produtos de boa qualidade. “Nós agricultores estamos honrados com o projeto que traz grandes benefícios para todos o evolvidos, especialmente as famílias carentes de Mamanguape”, acrescentou.

Elisângela, moradora do Areal disse que receber os alimentos ajuda bastante as famílias beneficiadas e falou da importância de continuidade do projeto. “Estamos todos satisfeitos com o que recebemos e esperamos que continue para beneficiar outras pessoas da nossa cidade”, pediu.

A secretária adjunta da Agricultura e Pecuária de Mamanguape, Silvia Diniz, disse que, nesta segunda edição de distribuição, foram entregues mais de dez mil quilos de alimentos, beneficiando mais de oitocentas famílias e dezoito produtores da agricultura familiar das comunidade rurais da região de Alagoas e Mendonça.

Falou ainda que o programa tem o objetivo de gerar emprego e renda, fortalecendo a agricultura familiar, além de contemplar a comunidade carente e beneficiários do Programa Bolsa Família do município de Mamanguape.

Sílvia também falou do papel da Secretaria de Agricultura e Pecuária de trabalhar para a organização da produção dos agricultores, no planejamento para produção e orientação no sentido de diversificarem os produtos, deixando de lado a monocultura. Para ela, os agricultores devem fazer uma diversificação das culturas como o milho, feijão, babata doce, macaxeira e outros. “Orientamos aos agricultores que tenham uma produção diversificada, agroecológica, com produtos sem agrotóxico e de qualidade, na mesa da população”, lembrou.

Sílvia Diniz já adiantou a elaboração de mais um projeto que visa beneficiar agricultores de Mamanguape. Segundo ela, o projeto será levado para as associações de Mendonça e Hortifrutigranjeiros, que, nesse caso, beneficia mais dezoito agricultores que trabalham com sistema de irrigação.

Na primeira edição do PAA em Mamanguape, em fevereiro, para moradores do Sertãozinho e Alto do Cemitério foram entregues cinco toneladas, agora mais de dez mil, com perspectiva de aumentar na próxima distribuição para o bairro do Gurguri.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here