Romero não paga metade do 13º, mas ‘torra’ R$ 7 milhões com a contratação de shows

0

A Prefeitura de Campina Grande resolveu ignorar a crise econômica pela qual passa o município e está gastando mais de R$ 7 milhões com a contratação de shows. A gestão do prefeito Romero Rodrigues (PSDB), que ainda não pagou a metade do 13º dos funcionários, nem efetuou pagamento dos fornecedores, empenhou, segundo o Portal da Transparência, valores que chegam a quase R$ 200 mil reais por artista.

Entre os empenhos para a contratação de artistas, já constam no Portal da Transparência os de Biliu de Campina (R$ 191.000,00); Aviões do Forró (R$ 195.000,00); Fábio de Melo (R$ 150.000,00) e Elba Ramalho (R$160.000,00.

Além dos quase R$ 7 milhões já empenhados, a Prefeitura de Campina ainda não divulgou os cachês de várias atrações, Wesley Safadão. No entanto, o Jornal Folha de São Paulo estimou que o cachê do artista, que pertence a Luan Promoções, sairia em torno de R$ 295 mil (destes, R$ 100 mil seriam pagos por um patrocinador desconhecido).

Mesmo com a afirmação da Prefeitura de Campina, a empresa Luan Promoções e Eventos enviou nota à imprensa, nesta quarta-feira (22), informando que nenhum contrato foi firmado com o município. No entanto, o prefeito Romero Rodrigues vem anunciando o show de Wesley Safadão desde o lançamento oficial da festa, em abril deste ano.

Ainda de acordo com o Portal da Transparência, a Prefeitura de Campina Grande licitou o valor de R$ 4.700.000,00 com montagem da estrutura do evento.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: redacao@paraibaja.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here