O prefeito de Cuité Charles Camaraense não ficou nada satisfeito com a destituição do deputado estadual Tião Gomes da presidência do PSL. Ontem (15), a Executiva Nacional anunciou o vereador Lucas de Brito é o novo presidente.

Para Charles, a decisão fere a democracia e que vê com perplexidade. Diante da situação, anunciou sua desfiliação, por julgar a ação contra Tião “truculenta”.

Confira abaixo a nota na íntegra

Recebi com muita perplexidade e indignação a notícia do afastamento do Deputado Tião Gomes da Direção Estadual do PSL.

O Brasil está mudando e a política também deve ser percebida dentro desse contexto de mudança. Não é concebível que um partido mantenha características feudais, e que uma direção seja destituída sem que haja pelo menos uma consulta às bases. 

É interessante perceber a divergência entre a teoria e a prática no discurso do Partido, onde vendem uma ideia de que o PSL/LIVRES precisa se oxigenar, e que a liberdade é fator preponderante nesse novo modelo. Pelas atitudes tomadas, vemos que isso não passa de um mero discurso para iludir e criar uma cortina de fumaça para tentar cobrir as mesmas velhas e sujas práticas dos partidos brasileiros.

O PSL/Livres mostrou ser mais um partido de locação e serve a outros interesses próprios, diferentes dos princípios da democracia a construção coletiva, nos quais acredito.

Não aceito esse tipo de condução por acreditar que não é assim que se constrói a democracia e se desenvolve a política. Repudio esse tipo de atitude truculenta. Jamais aceitarei esse tipo de imposição. E por isso, anuncio a minha saída da legenda.

Continuamos nossa luta com muito trabalho e dedicação, na construção de um novo tempo de democracia soberana e realmente “livre” dessas práticas ultrapassadas. 

Charles Camaraense
Prefeito de Cuité
Ex-Deputado Estadual

Comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here