Prefeito de Cabedelo e Dnit debatem projeto de alargamento da BR 230

    0

    O prefeito de Cabedelo, Leto Viana, ao lado de secretários municipais, participou de reunião com representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), com o objetivo de conhecer e discutir questões relativas ao projeto de duplicação da BR-230, no trecho que abrange a cidade de Cabedelo, sobretudo, em seu perímetro urbano (do Km 0 ao Km 2). Além da apresentação do plano funcional com detalhes, os secretários presentes ao encontro tiveram a oportunidade de tirar dúvidas e apresentar sugestões para possíveis ajustes no projeto básico, que venham a atender as necessidades de mobilidade urbana do município.

    No projeto de duplicação apresentado pelo Dnit estão previstos intervenções em toda a malha rodoviária, com a criação de vias laterais, aposição de faixas de pedestres, implantação de viadutos em locais de retorno, e ordenamento de vias de transito, além da criação de condições para a convivência com as comunidades que ladeiam a via principal. De acordo com o engenheiro Rayner Pinheiro Branco, supervisor da unidade local do Dnit e responsável pela implantação do projeto, a propositura de duplicação vem desde 2010. “O próximo passo do processo será a realização de audiência pública com a população para apresentação da proposta. A previsão de conclusão da obra é de 3 a 4 anos”, disse.

    Na oportunidade, o prefeito Leto Viana demonstrou sua preocupação com a polêmica relativa ao projeto, no que diz respeito ao temor da população cabedelense sobre possíveis processos de desapropriação e relocação de moradores das proximidades da rodovia.

    O projeto – O projeto de duplicação da BR 230, coordenado pelo Dnit, prevê intervenções ao longo do trecho que vai do Km 0, próximo ao Forte de Santa Catarina até o Km 28, na localidade conhecida como Três Lagoas, no contorno de Oitizeiro, entrocamento das Brs 101 e 230. O trecho inicial, que corta a área urbana de Cabedelo, prevê a duplicação e o ordenamento do trânsito para possibilitar melhoria na mobilidade urbana e a convivência da cidade com a via de alta velocidade.

    A duplicação da BR-230 teve início no ano de 1995 e, até hoje, apenas cerca de 130 km foram concluídos, no trecho entre João Pessoa e Campina Grande. Em sua totalidade, ele prevê o alargamento da BR-230, nos trechos Cabedelo-Santa Rita e Campina Grande a Cajazeiras.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]