Prefeito de Bayeux não nomeará titulares e adjuntos de secretarias ‘menos relevantes’

1

O prefeito eleito de Bayeux, Berg Lima (PTN/Podemos), que deve ser diplomado nesta segunda-feira (19), afirmou que vai tomar medidas austeras para equilibrar as finanças do Município. Em entrevista ao Paraíba Já, Berg anunciou que, neste momento de crise econômica, a estratégia será não nomear titulares de secretarias consideradas menos relevantes, como a da Mulher, e não nomear secretários adjuntos.

“Nós não iremos nomear alguns titulares de secretários. Nós adotamos a prerrogativa de não nomear secretarias que não tem uma grande relevância. Não iremos nomear, por exemplo, titular da Secretaria da Mulher, fora alguns adjuntos das demais secretarias. Esta é uma tentativa de reduzir o inchaço da folha”, afirmou.

Questionado se a fusão de secretarias será adotada no início de sua gestão, Berg garante que ainda vai refletir sobre a estrutura da Prefeitura de Bayeux. “Fusão passa por uma lei na Câmara. De início, nós vamos rever o organograma funcional da Prefeitura. Quem sabe, até meados de 2017, iremos mandar um projeto de lei para Câmara de reorganizar a Prefeitura”, disse.

E disserta em como pretende equilibrar as finanças do Município de Bayeux. “Vamos reduzir os custos, cortar na própria carne e reduzir a folha de pagamento. Vamos rever todos os contratos e cortar aqueles que não forem necessários. Economizar diretamente no funcionamento de serviços e também não contratar excedendo a lei de responsabilidade fiscal. Medidas de austeridade como estas irão equilibrar as finanças em Bayeux”, declarou.

 

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here