Preço do pescado tem variação de até 212,50% para Semana Santa

    0

    A equipe da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP) encontrou uma variação de até 212,50% no preço do quilo do pescado na Capital para a Semana Santa. A pesquisa, realizada entre os dias 26 de fevereiro e 02 de março, verificou que a maior variação é no quilo do filé de pescada branca, com preços que vão de R$ 16 (Peixaria Bom Jesus – Mangabeira) a R$ 50 (Mercado de Peixe de Tambaú), o que representa uma diferença de R$ 34.

    Foram pesquisados 87 itens em 19 estabelecimentos. Segundo a pesquisa, a menor variação ficou com o pescada amarela com cabeça, de 12%, com preços entre R$ 25 (Mercado de Peixe de Tambaú – boxes 07, 08, 04, 02) e R$ 28 (Mercado de Peixe de Tambaú – boxes 09 e 01), uma diferença de R$ 3,00.

    O Procon-JP também constatou outras grandes variações nos filés de Garopa, 124%, com preços entre R$ 56 e R$ 25, diferença de R$ 31; Pescada, 100%, ao preço de R$ 56 e R$ 28, diferença de R$ 28; Salmão, 75%, R$ 20 e R$ 35, diferença de R$ 15; e pescada amarela, 42%, com valor entre R$ 35 e R$ 50, diferença de R$ 15.

    Camarão – O camarão grande com casca, de viveiro, tem variação de até 150%, com preços entre R$ 50 e R$ 20, diferença de R$ 30. Já o descascado de viveiro, grande, mostra variação de até 122,22%, com preços entre R$ 45 e R$ 100; o camarão grande com casca, do mar, está com o preço uniforme em R$ 60; e o camarão grande, do mar, descascado tem preço único de R$ 120.

    Frutos do mar – Entre os frutos do mar, a maior variação é do sururu, de 191,67%, com preços entre R$ 12 e R$ 35, uma diferença de R$ 23. Já o marisco apresenta uma diferença de R$ 10, com variação de 100% e preços entre R$ 10 e R$ 20; carne de caranguejo tem variação de 77,07%, com preços entre R$ 22,59 e R$ 40, diferença de R$ 17,41; a patola tem uma variação de 66,67, com preços que vão de R$ 30 a R$ 50, uma diferença de R$ 20; e a variação do mexilhão chega a 60%, com preços entre R$ 25 e R$ 40, uma diferença de R$ 15.

    O secretário do Procon-JP, Helton Renê, ressalta que a pesquisa já objetiva orientar o consumidor sobre a melhor oferta do produto para a Semana Santa. “Nos antecipamos para ajudar o consumidor na hora de comprar o peixe da Semana Santa, que este ano se comemora no início de abril, e seu consumo é uma tradição seguida pelas famílias pessoenses”.

    A pesquisa foi realizada nos seguintes estabelecimentos: Mercado de Peixe de Tambaú (boxes 1, 2, 3, 5, 6, 7, 8, 9, 10 e 11), Carrefour (Bessa), Hiper Bompreço (Bessa), Peixaria Bom Jesus (Feirinha de Mangabeira) e nas peixarias do Zildo, Van, Nem, Valdevino, Zé do Peixe e Valdinho, na Vila dos Pescadores, na praia da Penha.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here