Pré-candidato do PT afirma que Cartaxo não tem visão e nem competência para gerir

0

O pré-candidato do PT a prefeito de João Pessoa, professor Charliton Machado, está se reunindo com diversos especialistas com o objetivo de conhecer ainda mais as deficiências da Capital paraibana com relação aos projetos e ações do poder público municipal. Um dos últimos encontros aconteceu com o diretor do Centro de Informática da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Guido Lemos, e o assunto abordado foram as políticas municipais no campo da Ciência e Tecnologia, e em destaque o Parque Tecnológico de João Pessoa.

“Dentro do Plano de Governo apresentado pelo prefeito Luciano Cartaxo constavam ações com foco na Ciência e na Tecnologia e a implantação do Parque Tecnológico de João Pessoa, e após quatro anos essa foi mais uma promessa que não cumprida. A primeira observação feita por todos os participantes da reunião foi a falta de visão do prefeito e da sua gestão, pois a nossa cidade e a nossa população deixaram de receber os inúmeros benefícios de algo que precisava apenas de boa vontade e competência para a sua instalação”, criticou Charliton Machado.

Sobre o Parque Tecnológico, a proposta era que ele fosse instalado no Centro Histórico de João Pessoa como uma forma de ocupar o local: “Com o Parque Tecnológico naquela área hoje teríamos um espaço com mais vida, mais valorizado, e um berço de criações que poderia projetar João Pessoa para o resto do Brasil, como também para o mundo”.

O professor Guido Lemos também lembrou que outros espaços também poderiam ser utilizados para esse grande projeto: Altiplano e Mangabeira. “Em Mangabeira existe um espaço já com alguns prédios, e através de parcerias a Prefeitura teria condições de adequar o ambiente para a vinda de empresas desse ramo. Como em diversas áreas, faltou querer, faltou visão, faltou compromisso com o desenvolvimento da cidade e com a população”, completou o pré-candidato do PT.

Charliton Machado acrescentou que grandes cidades alavancaram a sua economia através do turismo tecnológico: “Uma cidade pode reunir várias formas de turismo, e João Pessoa poderia agregar o turismo de conhecimento, e com isso aquecer a economia, independente das estações do ano ou do calendário de feriados. Outro ponto que não podemos esquecer seria a quantidade de empregos oferecidos. É triste perceber que a nossa cidade perdeu a oportunidade de se desenvolver por causa da paralisia de uma gestão que se mostrou incapaz de pensar uma João Pessoa para o futuro”.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here