Pré-candidato do PSOL diz que Cartaxo faz gestão pouco transparente

0

Um dos itens mais exaltados pelo prefeito Luciano Cartaxo (PSD) em sua gestão é a transparência, porém o pré-candidato do PSOL, Victor Hugo, não enxerga a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) tão transparente assim. Para o pré-candidato a maior prova de falta de transparência é a obra do Parque Solón de Lucena, que teve um relatório elaborado pela Controladoria Geral da União (CGU), apontando supostos desvios de recursos públicos. Ao invés de transparente, Victor Hugo classificou a administração do atual prefeito como “sofrível”

“O relatório da CGU diz claramente que houve desvios de recursos públicos. Eu sou da tese que se não deixaram a CPI ser instalada, é porque tem alguma coisa para esconder. Uma coisa tão simples que é a reforma da Lagoa não consegue ter transparência. A gestão de Cartaxo é sofrível, incompetente e sem planejamento”, criticou.

A falta de transparência na gestão de Cartaxo,também é apontado por Victor Hugo na área da educação, que é importante para a população e bastante divulgada pela publicidade do atual prefeito, porém, poucas informações são obtidas. De acordo com Victor Hugo, a PMJP informa que estão funcionado 16 escolas em tempo integral, mas na verdade apenas 13 estão em  pleno funcionamento e de forma precária.

“Não existe transparência nesta gestão, pelo contrário, a gente sofre muito para saber das coisas que vem acontecendo. Quantas escolas de tempo integral realmente tem e de que forma elas estão funcionando? Ninguém sabe, aliás, nós sabemos, mas a propaganda do Governo diz outra coisa. Dizem que são mais de 16, mas são apensa 13 e trabalhando de forma precária. A verba Federal não veio e a Prefeitura não soube como alocar recursos para manter essas 13 escolas funcionando em tempo integral”, relatou.

As creches também é uma preocupação do pré-candidato do PSOl, pois não houve concurso público para preencher o quadro de funcionários.

“Procuramos saber como estão funcionando as creches, mas nós não temos essa informação de quantitativo, se suprem as necessidades das crianças que estão lá? Qual o projeto projeto que tem dentro dessas creches? A gente não consegue informação de maneira nenhuma. Inauguraram as creches, fizeram a seleção sem concurso público, não se sabe se são pessoas apadrinhadas, ou seja, totalmente sem transparência, principalmente nessas questões mais cruciais para a população”, questionou.

 

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here