“Pra mim é uma honra ser processado por Samuel Lemos”, disse Anísio Maia

    0

    O deputado estadual Anísio Maia (PT) informou, nesta quarta-feira (21), em pronunciamento na Assembleia Legislativa, que está sendo alvo de uma queixa crime, por denúncias de fraudes na concessão do seguro defeso, apresentadas contra Samuel Lemos, ex-superintendente da Pesca na Paraíba.

    O petista reafirmou as acusações e afirmou ter posse de vários documentos que comprovam suas afirmações, que inclusive já foram encaminhados à Polícia Federal e à Procuradoria Geral da República. “Tenho uma fila de pessoas para testemunhar contra este cidadão, suas atitudes não eram de um gestor público e sim de um marginal, por causa de gente como ele que o Ministério da Pesca acabou. Foi criada uma gangue para fraudar o seguro defeso”, disse Anísio.

    O deputado lembrou que durante a gestão de Samuel Lemos na Superintendência da Pesca, as pessoas eram revistadas antes das audiências, para que as conversas, com teor ilícito, não fossem gravadas.  Samuel Lemos foi responsável por fazer, em um ano e meio, 20 mil carteiras de pescadores falsas, que eram vendidas por R$600,00, em parceria com alguns presidentes de colônias. “Eu não vou defender o pescador falso, esses vão ter que devolver o dinheiro do benefício, até as gorjetas que pagavam aos presidentes de colônias”, disse o petista.

    Anísio irá à Brasília pedir que o recadastramento seja feito de forma célere e idônea pela Marinha ou Exército, para não prejudicar o verdadeiro pescador. “Além disso, irei passar o final de semana concedendo entrevista em rádios, pelo interior do Estado, repetindo que Samuel Lemos era o líder de uma gangue e tem que ser preso. Pra mim é uma honra ser processado por um cidadão desse quilate”, concluiu o parlamentar.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here