Polícia prende suspeito de latrocínio de empresária em Campina Grande

0

 

A Polícia Civil da Paraíba, por meio de um trabalho investigativo executado pela Delegacia de Crimes contra o Patrimônio (DRF) de Campina Grande, prendeu Bruno Franklyn Sousa Santos, de 24 anos. Ele é suspeito de ser o autor do latrocínio que teve como vítima a empresária Célia Cirne, de 69 anos, no último dia 24 de dezembro.

De acordo com a delegada adjunta da Roubos e Furtos, Ellen Maria, o suspeito já foi reconhecido por duas testemunhas presenciais, que estavam no local no momento do crime. “Recebemos muitas denúncias sobre esse caso, e uma delas indicava a localização de Bruno Franklyn, apontado como o autor do latrocínio. Provavelmente ele e outro rapaz, que ainda não foi localizado, premeditaram o assalto, já que eles se posicionaram no portão de saída do estabelecimento da empresária e aguardavam a saída dela no carro. Como não aconteceu da forma que eles esperavam, porque a vítima não conseguiu abrir a porta do carro, Bruno Franklyn efetuou o disparo para quebrar o vidro e assim conseguiu levar a bolsa, porém a carteira com dinheiro caiu no chão no momento da ação criminosa e os celulares estavam em uma bolsa separada e ficou dentro do carro”, explicou a autoridade policial.

O suspeito segue preso na Central de Polícia Civil, em Campina Grande, onde passa por depoimento e em seguida será encaminhado para a audiência de custódia, ficando à disposição da Justiça. Bruno Franklyn vai responder pelo crime de latrocínio. O outro homem que participou do crime ainda não foi localizado e as investigações continuam.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here