Polícia prende homem procurado por oito homicídios em Campina Grande

    0

    Fabrício Pedro da Silva, de 33 anos, foi preso pela Força Tática do 2º Batalhão de Polícia Militar, com sede em Campina Grande. Contra ele, havia a expedição de 11 mandados de prisão, sendo oito por homicídios e três por roubos e furtos. As informações sobre a ficha criminal de Fabrício Pedro da Silva estão disponíveis no endereço online do site Procurados PB (www.procurados.pb.gov.br), da Secretaria de Segurança e Defesa Social (Seds).

    De acordo com o delegado da Delegacia de Roubos e Furtos, Ramirez São Pedro, Fabrício era procurado pelos homicídios cometidos nos anos de 2003, 2012, 2013 e 2014, e ainda por outros três crimes violentos contra o patrimônio.

    “O acusado é também suspeito de liderar uma quadrilha acusada de tráfico de drogas, homicídios, roubos a casas lotéricas, residências, pessoas, ônibus e postos de combustíveis na cidade de Campina Grande e região. Com as informações levantadas, descobrimos que ele também arregimentava adolescentes para realizar assaltos e outros crimes. Esses adolescentes moravam em bairros como Araxá e Jardim Continental, e pediam autorização para a prática de pequenos delitos e também cometiam a mando do acusado”, contou o delegado.

    No momento da prisão, os policiais apreenderam um revólver calibre 38 e uma quantidade de droga com o acusado. “O Fabrício cometia muitos assaltos e ordenava muitos crimes em vários bairros de Campina Grande. Temos informações de que ele comandava uma espécie de associação criminosa no Araxá, Jeremias e Jardim Continental. Ao realizar a prisão, foram encontrados vários objetos que eram roubados, sendo caracterizado também o crime de receptação no flagrante”, afirmou o delegado Ramirez São Pedro.

    De acordo com o comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar, major Gilberto Felipe, o preso já vinha sendo monitorado pela Polícia Militar por envolvimento com o tráfico de drogas no bairro do Araxá, vindo a ser preso nesta quarta-feira por meio de uma ação da Força Tática do 2º Batalhão.

    De acordo com a gerência do Disque Denúncia (197) da Seds, contra Fabrício Pedro da Silva existiam 14 denúncias realizadas desde o ano de 2011, todas relacionadas ao tráfico de drogas e a homicídios na cidade de Campina Grande

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here