Polícia prende 34 suspeitos de homicídios este ano na Paraíba

    0

    A Polícia Militar da Paraíba já prendeu, este ano, 34 suspeitos de homicídios nas cidades de Cabedelo, Bayeux, Pedras de Fogo, Conde, Alhandra, Campina Grande, Patos, Santana de Mangueira, João Pessoa, Catolé do Rocha e Itaporanga. Nessa quinta-feira (22), foram presos três acusados deste tipo de crime.

    Uma das prisões aconteceu no começo da noite, no bairro de Mandacaru, em João Pessoa. Wallef Gomes de Lima (‘O Esquerdinha’), de 31 anos – acusado de ser um dos principais homicidas do bairro –, foi preso durante rondas policiais na comunidade Beira Molhada, em Mandacaru. Contra ele havia um mandado de prisão preventiva em aberto pelo crime de homicídio. A PM já havia prendido no bairro, no último dia 13, Ricardo do Nascimento Lira, de 21 anos, que também é acusado de vários assassinatos em Mandacaru.

    Em Mamanguape, Litoral Norte do Estado, Cláudio Coutinho da Costa, de 28 anos, foi preso em flagrante após policiais encontrarem o corpo da companheira dele enterrado no quintal da residência onde eles moravam. A Polícia Militar local já vinha recebendo informações que depois que os dois tiveram uma briga, na última quarta-feira (21), a vítima havia desaparecido. Durante buscas, o corpo da jovem foi localizado e o acusado preso.

    Outra prisão de acusado de homicídio foi realizada na cidade de Patos, no Sertão do Estado. Cícero Rodrigues da Silva, de 34 anos, foi preso no bairro da Liberdade. Ele é acusado de matar Carlos Antônio Carvalho de Andrade, de 34 anos, na noite da quarta-feira, no mesmo bairro. No dia do crime, ele ainda chegou a se passar por testemunha do fato.

    Nos três casos, os suspeitos já foram encaminhados a um presídio, onde permanecerão à disposição da justiça.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here