Polícia da Paraíba desarticula quadrilha de roubo a bancos no Nordeste

    0

    A Polícia Civil da Paraíba, por meio da 15ª Área Integrada de Segurança Pública (Aisp), com sede na cidade de Patos, desarticulou nesta terça-feira (26) uma quadrilha especializada em roubo a bancos no Norte e no Nordeste. A ação teve apoio do Ministério Público.

    A prisão fez parte da ‘Operação Canga’, cujos mandados de prisão temporária foram cumpridos no município de Princesa Isabel, na Paraíba, e nos estados de Alagoas e Rio Grande do Norte. Foram presos seis homens suspeitos de roubar duas agências bancárias em Princesa Isabel, em maio do ano passado. A quadrilha já teria agido pelo menos 12 vezes em seis Estados do país.

    De acordo com o delegado seccional da cidade de Patos, Cristiano Jacques, que coordenou a operação, a quadrilha era formada por 12 integrantes. Dois foram mortos durante as investigações do roubo de 2013 em Princesa Isabel e outros quatro já foram identificados e a polícia solicitou os mandados de prisão à Justiça.

    Na época do assalto, a quadrilha portava armas de grosso calibre e usava roupas do Exército Brasileiro. Eles roubaram as agências do Banco do Brasil e Bradesco, no Centro da cidade, e ainda invadiram a sede do Ministério Público. O bando trocou tiros com a polícia em uma ação que durou cerca de uma hora.

    ‘Novo cangaço’

    Segundo a autoridade policial, o grupo praticava assaltos com abordagens conhecidas como ‘novo cangaço’. “O nome da operação deriva das práticas do cangaço, quando a violência era usada sem limites para conseguir o que se pretendia nas cidades invadidas. No caso específico deste bando que prendemos hoje, os membros atuavam de forma organizada em vários Estados, sempre com emprego de armamento de fogo de alta capacidade de destruição, como fuzil, submetralhadoras e pistolas”, explicou.

    A Polícia Civil investigava o grupo há mais de um ano e conseguiu evitar outros roubos em estados do Norte e Nordeste, com o apoio de policiais locais. Outro dado relevante, segundo o delegado Cristiano Jacques, era que a quadrilha planejava um novo assalto ao município de Princesa Isabel, já que eles tendiam a repetir suas ações bem sucedidas tempos depois.

    Durante todo o processo de levantamento de informações e de identificação dos envolvidos nos assaltos a Polícia Civil da Paraíba contou o com apoio da Polícia Civil da Bahia, Pernambuco e Alagoas, além de agentes da Polícia Federal do Rio Grande do Norte. “O grupo era chefiado por José Valdetário Benedito Carneiro, que é natural da cidade de Caraúbas, no Rio Grande do Norte. Dois dos integrantes do grupo, Antônio Mouro e Rafael Alves, que participaram ativamente do roubo em Princesa Isabel, foram mortos em confronto com a polícia, no assalto realizado em Minas Gerais. Em decorrência das mortes dos componentes, a quadrilha migrava para outros Estados, e organizava um novo grupo, com novos participantes, para continuar realizando as ações criminosas”, disse Jacques.

    Para o delegado, o modo de articulação da quadrilha chamava atenção. “Eles eram organizados. Dividiam tarefas, com um grupo de execução e outro de levantamento de informações (quantidade de policiais no local, volume de dinheiro nos bancos, rotas de fuga, bloqueios com veículos queimados). Indícios apontam para a participação de pessoas do município com a apuração de dados para que a quadrilha pudesse executar o crime e não ser presa”, afirmou o delegado.

    O grupo tinha assaltado agências em Santana do Araguaia, no Pará, em 2011 e 2012. Em Taperoá, no cariri paraibano, em 2011; Tanque Novo, Bahia em 2012; Coremas, Paraíba em 2012; Mata Grande, Alagoas, em 2012; Serra Branca, Paraíba; Castro Alves, na Bahia; Amargosa, também na Bahia em 2013; Cocos, Bahia, em 2013 e 2014; Princesa Isabel, Paraíba, em 2013; em Vila Rica, Minas Gerais, em 2013, e Curimatá, no Piauí, em 2014.

    Confira abaixo a lista dos criminosos identificados.

    – Antônio Moura (morto em confronto com a Polícia)

    – Rafael Alves de Carvalho (morto em confronto com a Polícia)

    – Evanaldo Galdino da Silva

    – Evandro Vieira de Lima

    – Francisco Evanaldo Gomes da Silva

    – Régis Wagner Alves de Lima

    – Francisco Gleison Dantas de Oliveira

    – Ivanildo Pereira Cavalcante

    – Willians da Silva Xavier

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]