PMJP deve R$ 3 milhões a fornecedores de material ortopédico do Trauminha

0

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) possui uma dívida de R$ 3 milhões com fornecedor de material ortopédico que atende o Ortotrauma de Mangabeira (Trauminha). Essa é a denúncia dos vereadores de oposição Raoni Mendes (DEM) e Bruno Farias (PPS), que acusaram na Câmara de João Pessoa (CMJP) a situação precária nas dependências da unidade hospitalar.

Durante a acusação, o vereador Raoni apresentou fotos com a situação caótica do hospital, enquanto o vereador Bruno denunciou a situação degradante dos pacientes, onde muitos se encontram nos corredores do hospital, convivendo com falta de estrutura, esgoto dentro do bloco cirúrgico e baratas no hospital.

“Os pacientes ficam 30, 40, 50, 60 dias, às vezes, esperando serem operados”, disse o vereador Bruno Farias, relatando denúncia de um médico ortopedista, que pediu para não ser identificado.

Entre os problemas mais graves detectados no Trauminha, estão a fila de pacientes esperando por cirurgias por falta de material para realizar os procedimentos, pacientes em macas jogadas pelos corredores, esgoto no bloco cirúrgico, com piso descolado, paredes quebradas e com infiltrações, portas caindo e remendadas, ar condicionados quebrados, e além disso os capotes de chumbo para proteção contra a radiação das máquinas de Raios X são os mesmos desde 2008, as caixas cirúrgicas não têm renovação nem manutenção e até as tesouras estão cegas. “Estamos o tempo todo improvisando”, denuncia um médico ortopedista.

O Conselho Regional de Medicina (CRM) realizou nova vistoria no hospital no dia 30 de maio, e está preparando relatório para entregar ao Ministério Público da Paraíba. De acordo com o diretor de fiscalização, o médico João Alberto, pouca coisa foi resolvida, após a vistoria que foi realizada no início de abril. A Prefeitura de João Pessoa pediu mais prazo para solucionar as falhas. Mas os problemas continuam.

“A situação não vai ser solucionada porque falta competência para o secretário Adalberto Fulgêncio para enfrentar os problemas graves na saúde pública do nosso município”, disse Bruno Farias.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here