Nonato: ‘PMDB sabe melhor do que ninguém que Cartaxo não cumpre compromisso’

0

O vice-prefeito de João Pessoa e presidente estadual do PPS, Nonato Bandeira comentou a possibilidade do senador José Maranhão (PMDB) lançar candidatura para governador nas eleições de 2018, apoiando agora, em 2016, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD). Para Nonato, a aliança com o Luciano Cartaxo seria arriscada, tendo em vista alguns descompromissos do prefeito com o PMDB na eleição passada, mas acredita que na política tudo pode mudar.

“É arriscado pra qualquer um. É arriscada pra Ricardo, Luciano, Cássio, Maranhão, fazer um aliança aqui pra 2018. Luciano tem um histórico, inclusive o PMDB conhece. Eu fui alertado em 2012 pelo PMDB que queria nosso apoio. Eles disseram ‘Nonato, eu conheço, não cumpre’, eles me disseram isso, então eles conhecem. Depois o PMDB ficou fora, apoiou Luciano no segundo turno e ficou fora, Manoel Junior sabe disso, Gervásio, Trócolli, todo nós no hotel inclusive, quando foi comemorada a aliança no segundo turno. Às vezes podem dar uma nova chance, sem problema nenhum. Mas quem sabe que Cartaxo não cumpre compromisso, ninguém melhor que o PMDB pra saber disso”, declarou.

O vice destacou a insatisfação do povo pessoense com as condições de vida na cidade e analisa o resultado da pesquisa como a falta de execução de melhorias que consequentemente mudariam esse posicionamento.

“Antes nas pesquisas era em torno de 10, 12% que estavam insatisfeitos com a vida em João Pessoa, a última que eu vi foi 25%. A gestão municipal tem essa contribuição porque ela é responsável. As coisas estão paralisadas, as coisas estão devagar, quase parando e precisam dar um salto à frente, precisar avançar, precisa melhorar porque João Pessoa pode muito mais do que isso”, comentou.

Nonato lembrou os orçamentos das gestões anteriores e questiona o aumento dos gastos que não são vistos em obras para melhorar a cidade de João Pessoa, destacando um possível ponto de gastos, a contratação de 38 prestadores de serviços por dia, número que chama a atenção ao ser comparado a de gestões anteriores.

“Quando Ricardo deixou a gestão e eu deixei com ele para participar da campanha, o orçamento era 900 milhões de reais. Sabe quanto é hoje o orçamento da prefeitura? 2 bilhões e 800, é um coisa impressionante. Então foi feito o quê, quadruplicou o orçamento e defasou o que tinha. Gestão com Ricardo e Agra fazia mais com menos, veja o tanto de prestadores de serviço hoje já atinge 16 mil, vi numa matéria 38 por dia. Isso não para, Agra deixou 9 mil e 500. Algumas coisas estão fora da ordem, muitas estão fora da ordem em João Pessoa”, finalizou.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here