Petrobras não poderia pensar apenas em lucro, diz RC sobre desabastecimento

    0

    O governador Ricardo Coutinho (PSB), em entrevista a rádio, explicou a situação atual do desabastecimento em postos de combustíveis da Paraíba e quais as medidas que foram tomadas para reparar os danos.

    “Desde o final do ano passado, mas especificamente no dia 30 de dezembro, eu telefonei para saber do abastecimento, para fazer a cobrança e essa situação seja regularizada. A Petrobrás alimenta uma ideia que não é uma ideia correta, porque quando se tem uma empresa do porte da Petrobras, não se pode pensar em apenas em reduzir ou aumentar o lucro do faturamento dessa empresa, e prejudicar toda uma população de praticamente três Estados, da Paraíba, do Rio Grande do Norte e do interior do Ceará, com uma elevação do preço de combustível. É inaceitável que uma empresa do porte da Petrobras pudesse “errar” dessa forma. Isso está nos afetando e afeta também a arrecadação do estado da Paraíba, já que 14% do ICMS advém da venda de combustível”, revelou.

    O gestor explicou a atual situação do porto e afirmou que já tem reuniões marcadas com os responsáveis da empresa. “A capacidade do porto de Cabedelo é de 68 mil toneladas, nós estamos trabalhando com algo em torno de menos de 30 milhões, portanto, é uma defasagem inaceitável que aumenta o preço do combustível e diminui a receita do Estado. Em seguida, articulamos essa reunião que vai aconteceu ontem, no qual a vice-governadora Lígia Feliciano, ao lado da diretora do Porto participaram com a diretoria de abastecimento da Petrobrás. A Petrobrás é mais do que uma empresa, é um patrimônio e deve servir a todo o país, e não em função de um núcleo minimizado, prejudicar um Estado inteiro, uma população inteira. E devo, mais tarde voltar a falar com o ministro, e ainda em janeiro ter uma reunião com o presidente da Petrobrás, e se necessário, com a presidente Dilma. Nós não somos os responsáveis por esse prejuízo, mas nós temos agido bastante, para que se possa definitivamente resolver isso. Tenho certeza que o Governo Federal haverá de ter bom senso e sensiblidade para enquadrar a Petrobrás dentro do que ela precisa agir, que é exatamente estar a serviço do povo brasileiro”, disse.

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here