Petista diz que Manoel Jr e Wellington Roberto estão “esculhambando o Brasil”

    1

    O deputado estadual Anísio Maia (PT), em entrevista ao Paraíba Já, nesta segunda-feira (14), declarou que o PMDB está contribuindo para o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Ao ser indagado sobre a postura do deputado federal Manoel Junior (PMDB) – que foi cogitado para ser ministro do governo -, o petista o acusa de ser corrupto, e de participar de um grupo que luta para a permanência do deputado federal Eduardo Cunha (PMDB/RJ).

    “Quem é corrupto e os que apoiam corruptos são iguais, o povo da oposição se cala com a história de Cunha, mas falam tanto de moralismo. Há um acordo entre o PSDB  e o DEM para  manter Cunha na Câmara para ele manter o processo do impeachment. Todos aqueles que estão contribuindo para que Cunha permaneça estão esculhambando o Brasil, são dois deputados da Paraíba, mas tem mais outros oito de outros estados”, disse.

    De acordo com o deputado petista o PMDB é um partido indeciso e se divide por agrupamentos regionais, não podendo ser unificado. “O PMDB é um partido eternamente dividido, não tem homem no mundo que consiga unir o partido. Tem a ala de Cunha que é a parte podre do PMDB, e tem a ala de Roberto Requião que é a parte boa do partido, são dois partidos dentro de um no geral, mas na verdade são mais de dez. O Michel Temer está na banda podre, articulando o impeachment da presidente, assim apoiando o Cunha. Qualquer partido deve desconfiar do PMDB, eles não merecem confiança”, afirmou.

    Carta de Temer

    O deputado petista destaca que Dilma precisa exonerar quem não faz parte da defesa contra o impedimento de seu mandato e ressalta que a carta divulgada do vice-presidente Michel Temer demonstra que o mesmo não possui postura para o cargo exercido.

    “Ridícula, minúscula para uma pessoa que deveria ter postura de vice presidente. Temos no Congresso 200 deputados decentes, e é com esses que devemos contar, os demais não servem pra nada. A presidente deve fazer uma faxina, exonerar todo representante desses deputados que não estão entre esses 200, não tem outro caminho, eles só servem para abocanhar cargos. Não precisa de maioria para se governar, o próprio Ricardo Coutinho provou isso. Governou com minoria e ganhou as eleições. Dilma deve fazer o mesmo, porque a maioria enfraquece”, declarou.

    A vereadora Eliza Virginia (PSDB) declarou durante a semana ser contra o impeachment e Anísio afirma que o apoio ou não é maior que brigas políticas.  “A questão do impeachment é bom senso, cidadania. Quem tem bom senso, mesmo sendo contra a presidente politicamente é contra o impedimento”, concluiu.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here