Petista ainda está em dúvida se o protesto contra Lula em JP foi cômico ou trágico

0

Cômico ou trágico? Estas foram as dúvidas do vereador Eduardo Fuba (PT), que aos risos, comentou sobre o protesto contra o ex-presidente Lula, realizado pela oposição no último domingo (06), que obteve um quórum de apenas cinco manifestantes em frente ao Busto de Tamandaré, em João Pessoa.

Inconformismo por parte da oposição, guerra midiática, falta de respeito ao estado democrático de direito, foram algumas das observações feitas por Fuba em sua análise sobre a condução coercitiva do ex-presidente Lula (PT). Para ele nenhumas dessas movimentações da oposição ganharam força ou consistência.

“Existe um inconformismo, aliado a uma guerra midiática que é feita pela Globo e companhia. Agora eu não vejo como ganhar força, já tentaram de todas as formas, mas eu não vejo ganhar consistência e isso é uma tentativa que mais uma vez será frustada. Estão passando por cima da lei. Essa atitude de Moro foi trágica, ele desrespeitou tudo. Não sei até que ponto isso irá, e se chegará a proporção de realmente acontecer um golpe”, afirmou.

Para o petista a repercussão da condução coercitiva do ex-presidente, ao invés de desestruturar os movimentos de apoio a Lula, fortaleceram ainda mais.

“Eu não tenho dúvida que reacendeu nas pessoas a vontade de ir para as ruas, defender a liberdade,o estado democrático de direito. Eu não tenho dúvidas que Lula saiu mais fortalecido, tanto é que agora eles já entraram com cindo processos de improbidade administrativa para tentar barrar a candidatura de Lula, para ele fica inelegível durante oito anos, antes de 2018 chegar”, salientou.

Fuba ainda comentou as falas do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), que para ele a receita para curar o Brasil da corrupção seria novas eleições.

“É natural que ele sendo líder do PSDB defenda o pensamento direitista, isso é natural na política, agora vê que não tem nenhuma consistência no que se fala, e no que a direita defende, até poque a população já percebeu que tudo isso é um golpe da direita que não aceitou perder as eleições”, explicou.

De acordo com Fuba, o golpe é explicito e o judiciário está indo contra todas as leis.

“Na época da ditadura a gente sabe que houve um complô, que foi tramado nas internas. Agora o que a gente vê é uma coisa explicita. O judiciário fazendo um absurdo, indo de contra a todas as leis, ferindo os princípios constitucionais do Brasil e não acontece nada e chegou a um descontrole perigoso para a nação”, criticou.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here