Paraíba gerou mais de 31 mil empregos formais no último ano

    0

    O número de empregos com carteira assinada da Paraíba atingiu 31.195 no acumulado dos 12 meses do ano passado, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (18) pela Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), órgão do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Em um ano, o número de pessoas empregadas subiu de 628.047 para 659.242 no estoque do Estado. O crescimento paraibano ficou acima da média do Brasil (3,14%) e do Nordeste (3,64%).

    Em termos relativos, o setor de agropecuária foi o que registrou a maior taxa de crescimento (10,67%), saltando de 12.360 para 13.679 postos de trabalho entre 2012 e 2013. Os demais setores que apresentaram aumento na geração de empregos foram: construção civil, com a criação de 3.017 postos (alta de 6,86%), serviços com a geração de 8.922 vagas, elevação de 6,26%, seguido pelo comércio com alta de 5,30% com 5.070 postos criados, o setor da administração pública com alta de 4,91% e 12.062 vagas e a indústria de transformação, com um saldo de 1.093 postos, gerando crescimento de 1,37%.

     No ano passado, a Paraíba (31.915) ficou em 4º lugar no Nordeste na geração de empregos, ficando atrás apenas das três maiores economias da Região: Bahia (58.286), Ceará (72.275) e Pernambuco (63.835), mas em taxas de crescimento relativo registrou a terceira maior da Região.

    Segundo ainda dados da RAIS, do total dos 659.242 paraibanos empregados, mais de 57,46% eram trabalhadores do sexo masculino (378.816), enquanto 42,53% eram do sexo feminino (280.425). A remuneração média do paraibano subiu em termos reais (acima da inflação) no ano passado 2,54% e somou R$ 1.646,58.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]