Paraíba é o primeiro Estado a discutir o Plano Nacional de Segurança Hídrica

    0

    A Paraíba será o primeiro Estado a promover as reuniões técnicas sobre o Plano Nacional de Segurança Hídrica (PNSH). O evento acontece, nesta terça-feira (2), a partir das 9h, no auditório da Cinep, no bairro de Jaguaribe, na Capital.

    Foram convidados para a reunião, que será coordenada pelo Ministério da Integração Nacional e pela Agência Nacional das Águas, representantes de órgãos estaduais ligados ao planejamento e  gestão dos recursos hídricos e da infraestrutura hídrica, além dos Ministérios Públicos Federal e Estadual.

    De acordo com o secretário de Estado dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia, João Azevêdo, a meta é elaborar, em parceria com os órgãos, as pretensões da Paraíba de forma a contemplar todas as regiões do estado, conferindo capilaridade máxima aos recursos hídricos.

    O Plano ainda pretende definir as principais intervenções estratégicas de recursos hídricos para todo o país, tais como barragens, sistemas adutores, canais e eixos de integração, que são necessárias para garantir a oferta de água para o abastecimento humano e para o uso em atividades produtivas, bem como reduzir os riscos associados a eventos críticos, tais como secas e cheias, para o horizonte de 2035.

    Na Paraíba, a principal obra hídrica em execução é o Canal Acauã-Araçagi (Vertentes Litorâneas), que tem 112 km de extensão e vai garantir água para 600 mil paraibanos de 38 cidades, além de proporcionar a irrigação de 16 mil hectares. Com investimentos na ordem de R$ 1 bilhão, o sistema receberá as águas da transposição do São Francisco a partir da barragem Acauã, localizada no município de Itatuba, e que tem capacidade para acumular até 253 milhões de metros cúbicos de água.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here