Para acalmar os ânimos: Maranhão deve convocar reunião para discutir embate entre peemedebistas

    0

    O presidente estadual do PMDB, senador José Maranhão, vai convocar uma reunião com a Executiva Estadual do partido, para o próximo dia 29. Isso porque ele pretende acalmar os ânimos entre os deputados Gervásio Maia e Manoel Junior. O tesoureiro da legenda, Antônio de Sousa, esteve com Maranhão em Brasília, e garante que a questão que envolve os dois parlamentares na disputa pelo comando da legenda em João Pessoa, tem causado grande desgaste no partido.

    “Eles estão falando como se o partido pertencesse a eles. Por isso, o senador José Maranhão vai chamar o feito à ordem para tratar dos interesses da legenda”, declarou Antônio Sousa. De acordo com ele, Manoel Júnior e Gervásio Maia serão chamados para dar explicações.

    A confusão entre os dois deputados começou a partir do momento em que o deputado Manoel Junior, que pretende disputar a prefeitura de João Pessoa pelo PMDB, participou efusivamente da convenção do PSDB, no último final de semana, na Assembleia Legislativa.

    Ter participado do evento do tucano provocou uma reação em Gervásio Maia, que reivindica a presidência do PMDB de João Pessoa, após um acordo celebrado há dois anos com Manoel Júnior, apresentado e aprovado por unanimidade pelo PMDB da Paraíba. O acordo entregaria a presidência do partido na Capital a Manoel Junior, naquele momento, e repassaria o comando para Gervásio Maia dois anos depois. O mandato de Manoel terminou no último dia 14 e Gervásio espera assumir o comando no próximo dia 14 de julho. Mas estaria enfrentado resistência de Manoel Júnior, ao ponto de os dois estarem trocando farpas pelos meios de comunicação.

    O senador José Maranhão disse ontem, que vai trabalhar pela conciliação entre os parlamentares. Para ele, os dois líderes valorosos do PMDB, que possuem interesses em comum, vencer as disputas eleitorais, precisam estar unidos para fortalecer o partido.

    “O PMDB precisa marchar unido para enfrentar as eleições de 2016. Eu, acho prematura qualquer polêmica nesse sentido, pois estamos a mais de um ano de distância do processo eleitoral. Como sou pela conciliação vou buscar encontrar uma solução pacifica entre os dois líderes”, disse José Maranhão.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here