Ouça: Vice-prefeito rebate Zennedy: “ele não entendia nada de planejamento”

0

Rebatendo às acusações do secretário de Articulação Política Zennedy Bezerra, o vice-prefeito Nonato Bandeira (PPS), que rompeu oficialmente na manhã de hoje com o prefeito Luciano Cartaxo (PSD), insinuou a incompetência de Zennedy enquanto foi secretário de Planejamento.

Ouça:

O vice-prefeito questionou as definições de inovação e criticou as posições de Zennedy. “Colocar uns aparelhos numa praça é inovação? Agra encheu de academias, fazer uma calçadinha do lado das mansões sem cobrar nada de quem pode pagar, dos hotéis, dos grandes restaurantes, é inovação? Enquanto deixa os pequenos bairros com ruas totalmente esburacadas, inclusive comprometendo não só o deslocamento dessas pessoas, inclusive os cadeirantes, é inovação? Sinceramente, eu acho que o secretário agiu muito na forma da emoção, e quanto a questão da política, eu acho que a gente quando mistura questões administrativas com política, é muito complicado, porque se embarcar por aí, a menos de um ano e meio, o prefeito de João Pessoa, Zennedy mesmo disse, foi apoiar o governador do Estado, que ele está combatendo. Então, o governador tem razão ou tinha razão do que está falando, então acho que não é bem por aí, eu acho que devia ser no argumento, acho que devia dizer, isso que você falou não procede”, disse.

Nonato alfinetou Zennedy quanto a sua inabilidade para gerir as questões de planejamento do Estado. “Eu desafio questionar um ponto do que eu coloquei aí, se não é a verdade pura dos fatos. Se tiver outro programa que ele coloque, eu sou o primeiro a reconhecer, por exemplo, eu torço que o Centro Cultural de Mangabeira esteja pronto, como eu torço que no final da Beira Rio a gente para aqueles transtornos, porque quem está reclamando não sou eu, é toda a cidade, como ali no entorno da barreira do Cabo Branco, tá há mais de dois anos aqueles desvios, cheios de buracos. E o acesso ao litoral sul, ao Seixas, à Estação Ciência, o Centro de Convenções, tudo totalmente comprometido porque as obras não estão terminando, falta planejamento de gestão. Inclusive o próprio secretário Zennedy, sai do planejamento e volta para a articulação, para onde era bom. Ele era bom articulador desde a universidade, ele não entendia de planejamento, não era a área dele porque é orçamento, são projetos. Eu mesmo, se me colocasse eu não queria ir, acho que ele atendeu à um apelo emergencial. Ele tá no lugar certo agora, como Adalberto, que foi e voltou”, afirmou.

Questionado sobre um possível amadorismo por parte do prefeito, Nonato esclareceu. “Não diria amador, porque respeito ele e o cargo, mas diria que são trocas precipitadas, e se tem outra também, foi a do empresário Diego Tavares. Solon Benevides foi indicado por Cássio e Nonato apoiou Cássio. Eu tenho que avalisar todas as decisões de Cássio? Tinha coisas que eu questionava, porque eu tenho opinião. Cada um na sua função. Será que não tem nem um jornalista que Cartaxo confie na Paraíba para colocar como secretário de Comunicação? Ele tem o direito de colocar quem ele quiser, mas eu não posso ficar calado e dizer que vou concordar com todas as decisões, mesmo com decisões que acho erradas, pessoas que não tem habilidades para aquela função e tem para outras. Adalberto é um, tava fazendo um bom trabalho, foi tirado, e depois o prefeito admitiu o erro. São decisões atabalhoadas sem consultar, tomadas ao sabor de emoção e sem muito planejamento para colocar pessoas certas nos lugares errados”, explicou.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here