OSMJP homenageia a Capital no 6º Concerto Oficial de 2017

0

A Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP) apresenta neste sábado (5), às 18h, no Auditório Celso Furtado do Centro Cultural Ariano Suassuna, o 6º Concerto Oficial da Temporada 2017. A apresentação, fruto de uma parceria entre a Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) e o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), através do Centro Cultural Ariano Susassuna, homenageia a Capital paraibana, que completa 432 anos. A regência é do maestro Laércio Diniz com participação especial do solista Alphonsos de Melo Silveira.

Na mesma ocasião será aberta a exposição “Autorretratos”, dos artistas plásticos Robson Xavier e Leandro Garcia, no Salão de Exposições Lynaldo Cavalcanti, anexo ao auditório.

No programa do concerto, obras que influenciaram grandes compositores, como a ‘Pavane em fá sustenido menor, Op. 50’, do compositor francês Gabriel Fauré (1845-1924). “Esta peça foi escrita em 1887, evoca a pavana que era dançada na corte espanhola e se caracteriza pela elegância da melodia e a originalidade harmônica”, explicou o maestro Laércio Diniz.

O regente ressaltou ainda que “a influência do trabalho de Fauré pode ser medida pelo fato de ter inspirado o passepied da ‘Suite bergamasque’, de Claude Debussy assim como a ‘Pavane pour une infante défunte’, de Maurice Ravel, concebida quando este ainda era aluno de Fauré no Conservatório de Paris”.

Em seguida, a Orquestra Sinfônica Municipal vai executar a ‘Rapsódia para clarinete e orquestra em si bemol maior’, de Claude Debussy (1862-1918). Elaborada inicialmente para clarinete e piano, logo ganhou uma versão orquestral. Esta obra do compositor francês ocupa um lugar de destaque no repertório do clarinete.

A última peça da noite será a ‘Sinfonia em sol menor’, do cearense Alberto Nepomuceno (1864-1920), que foi composta em Berlin, cidade em que morou e estudou, e revela a influência direta de Johannes Brahms – por quem tinha bastante admiração –, Wagner e Tchaikowsky. Em 1897, a obra foi apresentada em concerto no Brasil junto com a sua Série Brasileira.

Alguns críticos consideram esta sinfonia de Nepocumeno como a mais importante escrita por um músico americano no século XlX. A obra é contemporânea da ‘Sinfonia do Novo Mundo’, encomendada pelos norte-americanos ao tcheco Antonín Dvorák.

Serviço:
VI Concerto Oficial da Temporada 2017
Local: Centro Cultural Ariano Suassuna (R. Prof. Geraldo Von Sohsten, 147 – Jaguaribe, anexo ao TCE)
Data: Sábado, 5 de agosto
Hora: 18h

Programa

Gabriel Fauré (1845-1924): ‘Pavane, Op. 50 ‘
(projeção de pinturas de Claude Monet)

Claude Debussy (1862-1918): ‘Primeira Rapsódia para Clarinete e orquestra’
Solista: Alphonsos de Melo Silveira

Intervalo

Alberto Nepomuceno (1864-1920): ‘Sinfonia em Sol menor’
I. Alegro com entusiasmo
II. Andante quasi adagio
III. Presto
IV. Con Fuoco

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here