‘Os Malefícios do Fumo’ se apresenta neste final de semana no teatro Paulo Pontes

    0

    ‘Os Malefícios do Fumo’ terá mais duas apresentações no teatro Paulo Pontes, em João Pessoa, hoje amanhã, dias 5 e 6, a partir das 20h. Após as sessões na Funesc, o monólogo dará sequência à turnê por mais três municípios paraibanos. O espetáculo, que mistura teatro e música, passará por ainda por Campina Grande, Patos e Sousa. O monólogo original do russo Anton Tchekhov é o ponto de partida da peça. A censura é 14 anos.

    “A ideia de montagem do espetáculo Os Malefícios do Fumo, de Anton Tchekhov, surgiu depois de eu ter deixado o Coletivo de Teatro Alfenim, em 2013. Este monólogo é um texto que venho apresentando há mais de uma década. A primeira apresentação do monólogo ocorreu em 2003. E de lá pra cá eu o retomei em várias ocasiões”, disse o ator e diretor paraibano Daniel Araújo, da CIA Jazztual de Teatro.

    Os músicos Diego Souza e Gerson Abrantes integram o espetáculo. Eles são responsáveis pelos ‘textos sonoros’ do espetáculo. Originalmente, tocavam guitarra e bateria. A guitarra foi substituída por um violoncelo nesta nova versão. A iluminação do espetáculo é de Gladson Galego.

    Ano passado, o espetáculo teve apresentação no Natal com Jazz, no Centro Cultural Piollin. Este ano, houve participação na II Mostra Piollin de Teatro de Grupo, Dia Internacional de Teatro (em programação organizada pela Funesc) e seleção para a Mostra Internacional de Teatro (MIT) da Paraíba (que ocorre em setembro deste ano).  ‘Os Malefícios do Fumo’ foi contemplado no edital do Fundo de Incentivo a Cultura Augusto dos Anjos (FIC 2015) para circulação pelo Estado.

    A CIA Jazztual de Teatro é um projeto de pesquisa que reúne músicos e atores dentro de um projeto estético sonoro-teatral menos convencional que a forma dramática tradicional. O sistema de improviso é uma das principais marcas na construção desse espetáculo, conforme Daniel Araújo.

    A montagem de ‘Os Malefícios do Fumo’, do dramaturgo russo Anton Tchekov,  é o primeiro resultado dessa  experimentação músico-teatral . “Trata-se de uma proposta diferente em relação à forma tradicional de trabalho com o  texto teatral. Nosso projeto se diferencia particularmente pela forma estética utilizada para a encenação do monólogo”, finalizou Daniel Araújo.

     

    Sobre o ator e diretor

    Daniel Araújo é natural de João Pessoa. É especialista em Representação Teatral pela UFPB (2003) e mestre em Língua e Literatura Francesa pela USP (2008). Possui diploma de formação em interpretação pelo CPT – Centro de Pesquisas Teatral do SESC-SP, coordenado por Antunes Filho (2005/2006). Integrou o Coletivo de Teatro Alfenim de (2007-2013), participando como ator/colaborador de todos os espetáculos. É também diretor e roteirista de cinema e atuou em vários curtas-metragens (Escravos de Jó/2010 – Made in Tawan/2009 –  O matador de Ratos 2013).

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here