Orquestra realiza concerto com estreia mundial de poema sinfônico

    0

    A Orquestra Sinfônica da Paraíba (OSPB) se apresenta nesta quinta-feira (25), sob a batuta de seu regente titular, Luiz Carlos Durier. O terceiro concerto oficial da temporada 2014 do grupo contará com a participação do trombonista Sandoval Moreno como solista. Ele executará o poema sinfônico “Quadros do Seridó para Trombone e Orquestra” (estreia mundial), de Normando C. Silva. As outras duas obras que completam o repertório serão executadas pela primeira vez em solo paraibano. A apresentação gratuita será às 20h, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural José Lins do Rego.

    “A estreia mundial do Poema Sinfônico “Quadros do Seridó” é uma tarefa muito honrosa e desafiadora para a orquestra. A divulgação de novos compositores e suas respectivas obras consolidam os objetivos de ampliar o nosso repertório e promover a apreciação musical dos amantes da música sinfônica”, justifica o maestro Durier.

    O concerto inicia com a abertura da ópera “Noiva do Tzar”, de Rimsky-Korsakov, muito popular dentro da Rússia que, atualmente, começa a ganhar o palco e a simpatia das grandes plateias pelo mundo. A história envolvente e apaixonante especula sobre um aspecto da vida de Ivan “O Terrível”, em seu breve casamento com Marfa Sobakin.

    Em seguida, será executado o poema sinfônico “Quadros do Seridó para Trombone e Orquestra”, de Normando C. da Silva, dedicado ao trombonista Sandoval Moreno, seu primeiro intérprete. A obra faz uma alusão à cultura do Sertão do Seridó.O concerto encerra com as “Danças Sinfônicas, Op. 64”, do norueguês Edward Grieg. Esta composição foi concebida inicialmente para piano a quatro mãos, em forma tríplice ABA. A orquestração de sua autoria só foi realizada quando ele tinha cerca de 50 anos, ao se sentir maduro e seguro.

    “A orquestra vem a cada dia oferecendo diversão musical gratuita à população. Os concertos serão levados também à região metropolitana e as cidades do interior, como expansão artística e democratização deste bem cultural. Os concertos didáticos abertos para as escolas é uma novidade, cujo objetivo é incentivar o estudo da música e formar plateia, contribuindo assim, com a ampliação cultural de jovens na idade escolar”, explica Durier.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]