Oposição recorre à Justiça para anular arquivamento da CPI da Lagoa na CMJP

0

A bancada de oposição recorreu da decisão do presidente da Câmara de João Pessoa, Durval Ferreira (PP), de arquivar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que pretende investigar o desvio de recursos de aproximadamente R$ 10 milhões das obras de revitalização do Parque Solon de Lucena (Lagoa).

O advogado que representa a bancada, Tiago Fonseca, disse que “recorreram ontem e agora vão esperar a resposta da Justiça”.

Após a decisão do presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), desembargador Marcos Cavalcanti, que suspendeu a liminar que a obrigava a Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) a instalar a CPI da Lagoa, o presidente da Casa, vereador Durval Ferreira, decidiu pelo arquivamento da CPI.

“Nós fizemos tudo o que foi determinado pela Justiça e estávamos cientes de que a avaliação da Câmara seguia o regimento interno e a Constituição. Com a  decisão do presidente do TJPB, a tendência é o arquivamento”,  justificou Durval.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here