“A oposição fez tanta pré-campanha que cansou e mudou o candidato”, alfineta Cartaxo

1

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), fez declarações sobre a conversa de seu irmão, Lucélio Cartaxo que é presidente municipal do PSD em João Pessoa, com o presidente do PSDB da Paraíba, Ruy Carneiro.

“Lucélio conversou de maneira muito natural, buscando entendimento, mostrando a necessidade de ampliar um leque de alianças, mostrando os trabalhos que estão sendo feitos na cidade de João Pessoa, mostrando que o PSDB tem uma bancada de três vereadores que dá sustentação a nossa gestão desde o início de 2013 na nossa capital”, declarou.

Lucélio foi candidato a senador na última eleição, com um resultado de 500 mil votos e Cartaxo acredita que os diálogos com outros partidos é importante para fechar alianças e formar chapas por conta desse capital político.

“A gente governa com aliados, a gente governa com partidos, que esse não é um governo de homem sozinho, esse não é um governo centralizador, esse não é um governo exclusivamente para o gestor. Esse é um governo que dialoga, que tem uma bancada ampla na Câmara Municipal, que valoriza os partidos, que consegue ampliar através do diálogo sua política de aliança, e que portanto a gente tem muito tempo pela frente para chegar nesse processo mais amplo da aliança, para fechar as alianças, montando a coligação e posteriormente chegar efetivamente a composição de chapa”, explicou, alfinetando o governador Ricardo Coutinho.

O prefeito ironizou a mudança de candidato à prefeitura de João Pessoa do PSB ao dizer que fizeram tanta pré-campanha que acabaram se cansando e trocando o candidato, que era o secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, João Azevedo.

“A oposição passou um ano fazendo pré-campanha, fez tanta campanha que cansou, teve que trocar o candidato. Eu passei o ano todo entregando obras na cidade de João Pessoa, priorizando a educação, priorizando a saúde, priorizando o dia a dia da cidade”, disse.

Cartaxo ainda analisou a possível aliança entre os partidos PMDB e o PTB. “É um direito legítimo dos partidos políticos. Cada um tem direito de dialogar, de buscar parcerias, de estabelecer metas para alcançar alianças. Isso faz parte do processo”, declarou.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here