Deputado investigado diz que declarações de procurador são ‘inconsequentes’ e ‘levianas’

    0

    O deputado estadual João Henrique (DEM) afirmou que o do procurador chefe substituto do Ministério Público Federal da Paraíba (MPF-PB), Victor Verge foi inconsequente e que as  acusações contra ele são levianas. O parlamentar reagiu nesta quarta-feira (27) as declarações do promotor sobre as investigações da “Operação Sete Chaves”, deflagrada pela Polícia Federal e MPF, na madrugada de hoje.

    Verge afirmou que o deputado poderia responder processo por organização criminosa, usurpação de bem da União, crime ambiental, lavagem de dinheiro e evasão de divisas,.

    “Ele jamais poderia fazer uma dedução dessa. Mesmo ele sendo procurador, juiz, presidente da República, ou qualquer outra autoridade. Não lhe dá o direito de fazer uma acusação, leviana, inconsequente e que diverge da minha vida pregressa e da empresa da qual eu sou sócio”, afirmou o parlamentar.

    João Henrique disse que é inocente das acusações e que está pronto para colaborar com todas as investigações. O parlamentar contou que, pessoalmente, já tinha feito 15 petições ao Departamento de Proteção a Mineração para investigar a atuação de lavras clandestinas na sua região.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here