“O PSDB não tem moral para nada”, dispara presidente do PT de João Pessoa

    1

    A novela não muito romântica entre o PSDB e o PT ganhou mais um capítulo na última quarta-feira (20), quando os tucanos protocolaram na Procuradoria Geral Eleitoral uma representação na qual solicita que seja investigada a documentação que teria sido entregue pelo ex-diretor da área internacional da Petrobrás, Nestor Cerveró. Diante o pedido, a presidente do diretório do PT de João Pessoa, Aparecida Diniz, em entrevista ao Paraíba Já, afirmou que a oposição não se conforma com a perda e por isso perseguem os petistas.

    Cerveró afirmou, em delação premiada, que a campanha da reeleição do ex-presidente Lula (PT) de 2006, recebeu R$ 50 milhões em propina sendo resultado de uma negociação para a compra de US$ 300 milhões em blocos de petróleo na África, em 2005.

    De acordo com a presidente municipal do PT, existe um sentimento de opressão sobre os petistas, mesmo quando há condenação dos acusados e/ou envolvidos isso devido a perda nas eleições do ano passado – o candidato do PSDB, Aécio Neves perdeu para a candidata do PT, Dilma Rousseff – e por isso estariam enciumados.

    “Já tentaram de todas as maneiras incriminar a presidente Dilma, isso é uma inconformação por perder. Eles ganharam muitas eleições e agora eles não se conformam. O que falam, nem são coisas que foram apuradas, foi uma delação premiada uma pessoa que está sendo acusada. Ela pode dizer o que quiser para se safar, inventando um monte de coisas, divulgando, se diz mais coisas negativas a respeito de alguém ou do partido e depois fica por isso mesmo. A mancha que foi dada pela mídia dada pela delação premiada, não é a mesma quando se apura e vê que não é aquilo ali. Isso tudo causa um desgaste da imagem do partido”, explicou.

    Aparecida não negou os erros do seu partido, mas acusou a mídia de seguir tendências partidárias, enfatizando os nomes dos petistas entre os 49 investigados nos escândalos de corrupção da Petrobrás. Ela ainda ressaltou que apoia que seja feita justiça, e que todos sejam punidos, independente de sigla partidária.

    “Não estou dizendo que não tem petistas que fizeram coisas erradas, agora eles fizeram e esconderam, e no momento que o governo do PT colocam as instituições para investigar, punir, as coisas ficam muito tendenciosas. São 49 investigados mas apenas oito são do PT. A Policia Federal está para apurar a verdade, e eu espero e confio que os culpados sejam punidos, espero também que sejam todos os partidos que estejam errados sejam penalizados, caso contrário  não é justiça”, disse.

    “O que me revolta é a questão moral, porque o PSDB não tem moral para nada. Se voltar no tempo e ver tudo o que foi feito de errado por esses partidos que estiveram no poder. A Petrobrás , o mensalão, tudo que se está explorando tanto agora, foi porque o PT deu condições estruturais e inclusive para que tudo fosse feito de maneira transparente, eles podiam ter feito isso antes, e não fizeram porque faziam coisas erradas, e agora que eles não estão no poder, e nós estamos, e hoje se tem autonomia para as investigações, eles estão revoltados. Já vimos sendo divulgado os valores do governo de Fernando Henrique, mas ninguém fala mais nada, abafa, ninguém vai preso. Porque só o PT? Só tem uma resposta, é por eles não terem a competência e nem propostas para ganhar eleições, então eles apelam para as mais baixas formas de chegar ao poder”, denunciou.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here