“O PMDB devia entregar os cargos no Governo do Estado”, dispara deputado

0

O deputado estadual Tião Gomes (PSL) criticou a postura do senador José Maranhão (PMDB) em negar interlocução para um encontro entre o presidente interino Michel Temer, seu companheiro de partido, e o governador Ricardo Coutinho (PSB). Para ele, esse é um gesto mesquinho e incompatível a quem pertence a uma legenda que compõe a base aliada do Governo do Estado.

“É inaceitável esse comportamento do PMDB, principalmente quando essa atitude é tomada por Maranhão. O que escutei na entrevista que Maranhão deu é que ele não convidou e disse que não ia convidar o governador para conversar com Temer e isso é muito mesquinho”, atacou.

Ele ainda disse que que não é coerente que o PMDB esteja oficialmente na base de Ricardo Coutinho, coupando cargos na admistração, agir politicamente para boicotar o governado.

“Normal em política é você ter cargos no governo e não ser contra esse governo”, disparou completando que nesse momento de crise os políticos precisam ter gradeza e que a Paraíba precisa de união.

Tião Gomes também defendeu que o PMDB entregue os cargos que ocupa no Governo da Paraíba, já que, na opinião dele, age como oposição.

“O PMDB está dentro do Governo. Como eu posso ser governo e oposição ao mesmo tempo? A primeira coisa que eu fazia era tirar todo meu pessoal. O PMDB devia entregar os cargos”, pontuou.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here