Nos pênaltis, Campinense perde para o Sport e está fora da Copa do Nordeste

0

A tarde deste domingo (02) na Ilha do Retiro foi repleta de emoções para torcedores de Sport e Campinense. Pelo segundo jogo das quartas de final da Copa do Nordeste, os rubro negros se enfrentaram em mais uma partida de muitos gols e que só foi decidida nos pênaltis. Após devolver o placar de 3 a 1 que havia sofrido em Campina Grande, nas penalidades o Leão rugiu mais alto e venceu por 4 a 2, garantindo a vaga nas semifinais da competição, onde fará o clássico contra o Santa Cruz.

Já aos 3 minutos Rithely lançou para Rogério, que apareceu por trás da defesa do Campinense, que cochilou, assim como Gledson, que saiu mal do gol. O atacante limpou o goleiro e só rolou de pé direito para o fundo das redes, abrindo o placar para os donos da casa.

O Sport seguia empurrado por sua torcida em busca do placar que lhe garantia a classificação. O time paraibano, visivelmente nervoso em campo, só assistia o rival jogar. Não atacava e ainda falhava na defesa. E aos 17 minutos o Leão da Ilha já conseguiu seu segundo gol. Diego Souza driblou Gilmar na direita, tocou para Rithely que avançou até o fundo e rolou para trás, onde o camisa 87 apareceu novamente livre na área, limpou Joécio e, de pé esquerdo, tocou no canto direito de Gledson, para levar a Ilha do Retiro a loucura.

Vendo o péssimo desempenho do time dentro de campo, Ney da Matta fez duas mudanças logo aos 23 minutos, quando sacou Negreti, que já tinha recebido amarelo e vinha cometendo muitas faltas, e Maranhão. Em seus lugares entraram Fernando Pires e Ronaell.

A primeira vez em que o Campinense tocou a bola com calma no primeiro tempo já levou perigo ao goleiro Magrão. Aos 38, Fernando Pires encontrou Gilmar na esquerda. O lateral esquerdo tocou para Ronaell, que chegou a linha de fundo em velocidade e cruzou para a área, onde Reinaldo Alagoano subiu mais que a defesa e cabeceou, mas a bola passou na frente do gol e ninguém chegou para aproveitar.

Segundo tempo

Se no primeiro tempo o Sport abriu o placar cedo, a Raposa tratou de esfriar os ânimos dos recifenses no início da segunda etapa.

Aos 3, Magno e Augusto tabelaram pela direita, o atacante foi até a linha de fundo e tocou para Reinaldo Alagoano. O camisa 9 estava de costas para o gol, fez o pivô e encontrou Fernando Pires na entrada da área. Ele dominou a bola e chutou de pé esquerdo no canto esquerdo de Magrão, que se esticou todo mas não conseguiu evitar o gol da Raposa.

Depois de marcar, o Campinense conseguiu controlar o jogo e não sofria tanta pressão do Sport, que atacava desordenadamente e não conseguia criar perigo para Gledson.

Mas em uma falha na saída de bola, com um golaço, o Leão da Ilha voltou a abrir vantagem. André chutou da entrada da área, mas Paulo Paraíba conseguiu abafar o chute com um carrinho, mas a bola subiu e foi para dentro da área, onde Diego Souza deu uma linda bicicleta e mandou a bola no canto direito do arqueiro raposeiro aos 14 minutos.

O quarto gol do Sport só não saiu aos 20 minutos por causa de uma enorme intervenção de Gledson. Após cobrança de escanteio curto, Everton Felipe cruzou no segundo pau, onde Ronaldo Alves apareceu e mandou de primeira com a perna direita, mas o goleiro operou um milagre e espalmou a bola para afastar o perigo.

A Raposa tentou reagir aos 26 minutos, quando Reinaldo Alagoano recebeu na entrada da área e bateu de pé direito, mas a bola foi na rede pelo lado de fora.

O Sport tentou pressionar até o fim do jogo, mas a partida acabou indo para os pênaltis.

Pênaltis

Ronaldo Alves, Everton Felipe, Lenis e Fabrício converteram todas as cobranças do Sport. No Campinense, Osvaldir e Reinaldo Alagoano marcaram, mas Tiago Orobó e Joécio desperdiçaram e a Raposa foi eliminada da Copa do Nordeste.

Agora as atenções rubro-negras se voltam para o Campeonato Paraibano. Na quarta-feira (05), o time de Campina Grande faz o Clássico Emoção com o Botafogo-PB no Amigão.

Ficha técnica

Sport 3 x 1 Campinense (agregado 4 x 4)
Copa do Nordeste 2017 (2º jogo das quartas de final)
Estádio: Ilha do Retiro (Recife)

Arbitragem: Antônio Moraes Sousa (PI); Mauro Cezar Evangelista (PI) e Rondinele dos Santos (AL)

Gols: Rogério, Diego Souza (2x) (S); Fernando Pires (C)
Cartões amarelos: Rogério, Rithely, Evandro (S); Negreti, Joécio, Osvaldir, Tiago Orobó (C)

Sport: Magrão, Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval, Evandro (Raul Prata); Rodrigo, Rithely, Fabrício, Diego Souza; Rogério, André (Lenis). Técnico: Ney Franco.

Campinense: Gledson, Osvaldir, Joécio, Paulo Paraíba, Gilmar; Negreti (Fernando Pires), Magno, Jussimar; Augusto (Tiago Orobó), Maranhão (Ronaell), Reinaldo Alagoano. Técnico: Ney da Matta. As informações são do Voz da Torcida.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here