Nelson Junior critica postura de governo na greve dos professores do Estado

    0

    O ex-candidato ao senado pelo PSOL e militante do Movimento pela Educação (MOVE), professor Nelson Júnior disse nesta sexta-feira,10, que o governador Ricardo Coutinho ignora a greve dos profissionais da Educação no Estado e age para desmontar o movimento paredista usando expedientes autoritários. “A greve dos profissionais de educação do Estado da Paraíba já passa de uma semana e até a presente data tudo que o governo Ricardo Coutinho faz é se utilizar de alguns diretores subservientes para pressionar os servidores a não aderirem a greve”, disse.

    Nelson Júnior alerta que é preciso que o governador busque uma solução para a greve por meio do diálogo e para resolver o grande prejuízo que é os estudantes fora da sala de aula. “Para o Governador, no entanto, é como se não existisse greve e como se o fato de milhares de crianças estarem sem aula não fosse do seu interesse”, lamentou.

    Segundo o Professor Nelson Júnior, “já são duas semanas sem aulas e o governador não tomou nenhuma iniciativa de diálogo, me parece que Ricardo Coutinho adotou uma postura de dar desprezo à greve para ver se ela acaba por si só”, afirmou o professor Nelson Júnior, acrescentando que” essa postura do govenador é irresponsável por dois motivos: primeiramente porque não demonstra preocupação com o fato das crianças paraibanas estarem fora da escola e, no mesmo grau de importância, porque não se sensibiliza pela pauta de reivindicações dos trabalhadores em educação”.

    “O governador precisa entender que o reajuste de 4,5% para o salário dos professores do Estado é insignificante diante de uma inflação que já ultrapassou os 8% nos últimos 12 meses. O governador tem obrigação de, juntamente com os secretários de educação, finanças e administração, receber o comando de greve para uma reunião de trabalho e, a partir de então determinar que os seus secretários tomem iniciativas no sentido de viabilizar o reajuste de 13,1% para todos os profissionais de educação”, concluiu.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here