Muriçocas arrastam meio milhão de foliões na quarta-feira de fogo

    0

    Carnaval com uma mistura de arte, cultura regional e, claro, muita folia. Em seu 29° ano, o bloco Muriçocas do Miramar levou para a avenida o tema “MuriçocAriano”, numa  homenagem ao escritor paraibano Ariano Suassuna. A Avenida Epitácio Pessoa se transformou em uma apoteose do frevo. Cerca de 500 mil pessoas acompanharam o desfile do bloco na noite desta quarta-feira (12) – em uma festa que entrou pela madrugada, no Busto de Tamandaré, na Capital.

    “A Folia de Rua é um patrimônio de nossa cidade e as Muriçocas são um dos maiores símbolos dessa tradição”, destacou o prefeito em exercício, Nonato Bandeira. “Fico muito feliz em ver essa festa crescer a cada ano, movimentando o turismo e a economia de nossa cidade e engrandecendo ainda mais o seu nome. Essa é uma festa que representa João Pessoa”, complementou o gestor.

    A folia teve início ainda na concentração, na Praça das Muriçocas, no Miramar, ao som do maracatu da banda Nação Maracahyba. Em seguida a praça se transformou em uma imensa galeria a céu aberto, onde foram exibidos os 29 estandartes confeccionados por artistas da terra que ajudam a contar um pouco da história do bloco. O estandarte deste ano teve a assinatura de Lucas Suassuna Wanderlei, que é neto de Ariano Suassuna.

    Mas foi no circuito do Via Folia, trecho da Epitácio Pessoa, onde uma multidão aguardava a passagem do bloco, que a festa pegou fogo. O maestro Fuba subiu ao trio elétrico entoando os versos do hino do bloco. A essa altura uma grande euforia já tomava conta dos milhares de foliões, que acompanhavam a letra, com cânticos efusivos e muito frevo no pé.

    Fuba, que preparou uma programação especial dedicada ao frevo, disse que o Muriçocas tem essa preocupação de manter as raízes musicais do carnaval. “Muitos acreditam que Pernambuco é que a terra o frevo, mas esquecem que a Paraíba foi durante muito tempo província da capitania de Pernambuco. O frevo também é nosso – é nossa herança bendita”, concluiu.

    O zum zum zum deste ano teve nada menos do que o pernambucano Alceu Valença, os paraibanos dos Gonzagas e multi-instrumentistas Lucy Alves.

    Lucy, que pela segunda vez foi convidada para puxar o bloco, mostrou toda a sua musicalidade em cima do trio elétrico. Vestida com a fantasia de Rainha do Maracatu, ela tocou frevo, maracatu, ciranda, baião, forró e falou de sua relação com o Muriçocas. “É uma alegria pra mim começar o ano sendo convidada para fazer parte desta festa. Eu só tenho a agradecer e parabenizar a prefeitura por esta festa linda. Carnaval é alegria e estou aqui sempre pedindo licença aos grandes mestres para trazer a minha sanfona”, falou.

    Alceu Valença encerrou a quarta-feira feira de fogo com frevos, maracatus, cocôs e despejando clássicos de seu repertório musical. O cantor que é veterano em carnavais de Pernambuco, também tocou pela segunda vez no Muriçocas do Miramar. Ele falou da identidade cultural entre Paraíba e Pernambuco e disse ser uma honra subir no trio com as Muriçocas.

    “Somos povos alegres que gostamos dos mesmos ritmos e fazemos do carnaval uma grande festa. Aqui eu me sinto em casa. Tenho familiares paraibanos e me sinto honrado em participar desse bloco que é uma das maiores manifestações popular do Brasil”, finalizou.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here