Mulheres marcham pelo fim da violência nesta quinta-feira

    0

    Nesta quinta-feira (26), a partir das 14h, mulheres do bairro de Mangabeira estarão reunidas para pedir o fim da violência. A “Marcha das Mulheres – Todos por Elas” terá concentração em frente ao Complexo Hospitalar de Mangabeira Governador Tarcísio Burity (Ortotrauma) e vai percorrer algumas ruas do bairro. A atividade da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) faz parte da ação “João Pessoa – Espaço Mulher”.

    A “Marcha das Mulheres – Todos por Elas” foi desenvolvida pela coordenadora do Centro de Referência da Assistência Social de Mangabeira (Cras), Débora Melo, após a constatação, por parte de agentes de Saúde que trabalham no bairro, que mulheres estariam sofrendo violência doméstica, mas não queriam denunciar seus companheiros.

    Na visão da secretária de Políticas Públicas para as Mulheres, Giucélia Figueiredo, é muito importante o que foi observado pelos agentes de Saúde, e dessa forma, a Prefeitura tem como desenvolver ações para mudar essa realidade. “Queremos mostrar para essas mulheres que elas não estão sozinhas, e que sabemos o que está acontecendo, e ainda, que existem mecanismos disponibilizados pela gestão municipal para que elas saiam desse ciclo de violência. Estamos mostrando que existe uma saída”, disse.

    A mulher que sofre violência doméstica pode buscar uma primeira orientação nos Cras e ser encaminhada para o Centro de Referência da Mulher Ednalva Bezerra, onde será atendida por uma equipe multidiciplinar, com a presença de assistentes sociais, psicólogas e advogadas. Ainda pela Prefeitura, através da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPPM), ela pode participar de cursos de capacitação, abrir o seu próprio negócio pela linha de crédito “Mulher Cidadã”, do Banco Cidadão, como também, ser inserida no grupo de artesãs acompanhadas pela Secretaria.

    A “Marcha das Mulheres – Todos por Elas” é uma realização da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), com apoio da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPPM).

    Violência contra a mulher –
    Em 2014, o Centro de Referência da Mulher Ednalva Bezerra (CRMEB) atendeu, pela primeira vez, 239 mulheres vítimas de violência. Dados do Governo do Estado revelam que no mesmo ano, foram concluídos 1.778 inquéritos na Delegacia da Mulher de João Pessoa, e 2.504 Medidas Protetivas foram expedidas pelo Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB).

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here