MPF: Raoni aponta inconsistências em depoimentos de envolvidos na obra da Lagoa

1

O vereador Raoni Mendes (DEM) apontou, na manhã desta terça-feira (24), na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), inconsistências em depoimentos concedidos por representantes da Compecc, empresa contratada para realizar as obras de revitalização do Parque Solon de Lucena, a Lagoa.

Raoni Mendes afirmou que representantes da empresa deram informações diferentes, quanto ao número e à capacidade de caminhões, em depoimentos à Controladoria-Geral da União (CGU) e ao Ministério Público Federal (MPF) para explicar o transporte de mais de 200 mil toneladas de resíduos retirados da Lagoa.

Segundo o parlamentar, ainda houve depoimentos contraditórios sobre os dias e horários de transporte dos resíduos. Raoni Mendes disse que, nas informações fornecidas para a CGU, foi declarado que o transporte dos resíduos era feito à noite, todos os dias da semana, enquanto para o MPF foi informado que o serviço era realizado apenas em dias úteis.

“É impressionante como os depoimentos se contradizem. Para a CGU afirmaram uma coisa, para o MPF outra. O MPF está fazendo seu papel, assim como a CGU e a Polícia Federal. E nós, constituídos pela Constituição Federal como órgão fiscalizador do Executivo Municipal, vamos negligenciar nosso papel?”, indagou Raoni Mendes.

Para o vereador, é de extrema importância a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as possíveis irregularidades na obra. “Quero reforçar o papel desta Casa no processo de investigação dos desvios de dinheiro da obra da Lagoa. Fica comprovada ainda mais a necessidade de colocarmos às claras o que aconteceu. O país está sendo passado a limpo e em João Pessoa não pode ser diferente”, enfatizou.

Os vereadores Bruno Farias (PPS), Fuba (PT) e Zezinho Botafogo (PSB) concordaram com a necessidade de abertura da CPI para a investigação de possíveis desvios. “A contradições são cada vez mais gritantes. Peço que esta Casa tenha sensibilidade de colocar em prática a CPI da Lagoa”, afirmou Fuba.

Já os vereadores Sérgio da SAC (SD) e Bira (PSD) discordaram do pronunciamento de Raoni Mendes. Para eles, o pronunciamento do vereador oposicionista é uma forma de tentar atingir a Prefeitura da Capital. “Não sei se Vossa Excelência traz novamente o tema da Lagoa com medo da entrega da obra, ou não quer olhar as outras dezenas de obras que a Prefeitura entregou ou vai entregar”, afirmou Bira.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

1 COMENTÁRIO

  1. oxe, e não é dias úteis, SEGUNDA-FEIRA À NOITE, TERÇA-FEIRA À NOITE, QUARTA-FEIRA À NOITE, QUINTA-FEIRA À NOITE E SEXTA-FEIRA À NOITE, ou estou errado,Raoni ta parecendo Karla Perez, “i” de iscola.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here