Moradores denunciam a Cida precariedade do mercado público do Castelo Branco

0

Moradores denunciam a Cida precariedade do mercado público do Castelo BrancoA pré-candidata do PSB à Prefeitura de João Pessoa, Cida Ramos, em conversa com moradores do Castelo Branco, avaliou como “vergonhosa” a falta de investimentos da gestão municipal nos mercados e feiras públicas da cidade. Após ouvir as queixas da população, a socialista ressaltou a importância desses espaços para o cotidiano dos bairros.

“Historicamente os mercados e feiras públicas são espaços valiosos para a comunidade. Movimenta a economia local, cria espaços de socialização, dá emprego e renda. Mas é preciso garantir que esses espaços tenham condições plenas de funcionamento. O mercado público do Castelo Branco está abandonado, falta de tudo, de pintura a calçamento. Essa realidade é encontrada no mercado de Oitizeiro, na feirinha de Mangabeira e em tantos bairros da cidade. A atual prefeitura se fechou para as necessidades da população, acabou o Orçamento Democrático, importante instrumento de diálogo entre o gestor e o povo. A situação dos mercados é consequência da inoperância da administração municipal”, destacou Cida.

Moradora há 60 anos do Castelo Branco, Maria de Lourdes elencou os problemas enfrentados pela população do bairro. “Nosso mercado público é vergonhoso. Cheio de buracos, quem é idoso ou tem deficiência sofre para andar nele, sem contar que se não são os próprios moradores para limpar, ele fica sujo. A prefeitura não reconhece seu valor, porque não ajuda nem com uma pintura sequer. Outro problema é a USF do bairro, que quase nunca atende e quando atende é por grupo específico. Tem o dia certo para atender idosos, o dia certo para atender hipertenso, dia certo para atender gestante, como se a gente escolhesse o dia que vai adoecer”.

Outra moradora que reclamou da saúde básica foi Célia Arruda, que destacou também problemas com as creches da região. “Agora temos que agendar o dia para adoecer, porque se eu precisar ir no dia que não seja o do meu grupo, eles não atendem. Tem dia para homem, dia para mulher, dia para quem está grávida. Os Creis também estão com problemas. No Crei Santa Clara muitas mães falam que falta de tudo para as crianças, no Crei Julian Nunes sobram vagas, a direção não preencheu todas e muitas mães ficaram sem ter onde colocar o filho. Nós também não temos Cras (Centro de Referência de Assistência Social) aqui, precisamos ir em Mangabeira para conseguir atendimento”.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here