Uma modelo norte-americana denominada Giselle, 19, comemorou ter vendido sua virgindade por 2,5 milhões de euros (R$ 9,6 milhões) para um executivo de Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes. A jovem leiloou sua primeira vez no site alemão Cinderella Escorts, famoso por esse tipo de “negócio”.

A atitude polêmica foi descrita por ela ao jornal “The Sun” como um “sonho que virou realidade” e uma “forma de emancipação”. “Se eu quero ter minha primeira vez com alguém que não é meu primeiro amor, essa é uma decisão só minha”, disse.

Ao site “Daily Mail”, a modelo acrescentou: “o fato é que mulheres podem fazer o que elas quiserem com seus corpos e ter a coragem de viver sua sexualidade de maneira livre.”

Como forma de proteção, Giselle será acompanhada por um segurança no primeiro encontro com o executivo. De acordo com informações divulgadas pelo site, o segundo maior lance para “comprar” a virgindade da modelo foi dado por um ator de Hollywood, que ofereceu 2,4 milhões de euros. E o terceiro foi oferecido por um político russo, que dispôs de 1,8 milhões. Todos os nomes são mantidos sob sigilo.

Segundo Giselle, o dinheiro será gasto com a faculdade, a compra de uma casa nova e viagens ao redor do mundo. O valor é considerado o mais alto já registrado pelo site, que ganhou os holofotes em 2016 com o leilão da virgindade de uma modelo de 18 anos. Na ocasião, o maior lance foi de 2 milhões de euros.

De acordo com uma entrevista dada à revista “Forbes”, o alemão Jan Zakonielski, 27, criador do site Cinderella Escorts, fica com 20% das transações realizadas pela plataforma. Ele explicou ainda que os anúncios só são feitos por meninas maduras e que estão “psicologicamente bem”.

Comente

Antares

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here