Ministro que retirou recursos do Viaduto do Geisel deixa governo Temer

A decisão de Bruno Araújo teria surgido a partir de conversas com deputados tucanos

0
1066

O ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB-PE), anunciou no início da tarde desta quinta-feira (18) sua saída do governo. Esta é a primeira perda do governo de Temer. A polêmica levantada por um dos donos da JBS, Joesley Batista, na quarta-feira (17), desencadeou uma reviravolta na política brasileira.

Na quarta-feira, Joesley afirmou à Procuradoria Geral da República ter áudios que comprovassem autorização do presidente Michel Temer para a compra de silêncio do deputado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha.

Segundo informações do jornalista da Globonews Gerson Camarotti, a decisão de Bruno Araújo teria surgido a partir de conversas com deputados tucanos. Nas próximas horas a decisão será comunicada ao Palácio do Planalto.

Bruno Araújo foi o deputado deu o voto decisivo, em 17 de abril de 2016, para a abertura do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT).

Viaduto do Geisel

No ano passado, Bruno Araújo foi acusado de retirar dos cofres do Governo da Paraíba recursos destinados ao Viaduto do Geisel. A verba, que foi depositada nos cofres do Estado, havia sido liberada pela então presidente Dilma Rousseff, antes de sua saída do governo.

Depois da cobrança do governador paraibano, Bruno Araújo chegou a liberar R$ 3,8 milhões dos R$ 17,8 milhões retirados dos cofres estaduais.

Em nota divulgada à época, o auxiliar do presidente Michel Temer disse que R$ 17,8 milhões depositados na conta do Estado da Paraíba foram retidos porque o governador Ricardo Coutinho havia sido “privilegiado” pela presidente Dilma Rousseff.

Apesar da tentativa de ‘boicote’ do ministro tucano, o Viaduto do Geisel foi inaugurado pelo governador Ricardo Coutinho no dia 20 de dezembro do ano passado, em João Pessoa. Com investimento de R$ 38,9 milhões, a obra de mobilidade urbana instalada na BR-230 interligou vários bairros das zonas sul e sudeste da capital paraibana.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here