Ministro paraibano dá sinais que ação que pode cassar Temer está perto de ir a plenário

0

Os últimos sinais demonstrados pelo ministro paraibano Herman Benjamin – relator no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) da ação que apura se a chapa de Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB) cometeu abuso de poder político e econômico para se reeleger em 2014 – indicam que o caso está perto de ser levado ao plenário da Corte Eleitoral, avaliam fontes que acompanham de perto as investigações.

As provas juntadas devem se restringir àquelas que tenham correlação direta com fatos tratados no depoimento. O ministro rejeitou, por exemplo, o requerimento da petista para que o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, e o ex-assessor especial da Presidência José Yunes prestassem depoimentos à Justiça Eleitoral.

Já o ex-diretor da Odebrecht Ambiental Fernando Cunha Reis afirmou que foram pagos R$ 4 milhões ao PDT para obter o apoio do partido à chapa presidencial de Dilma e Temer. O ministro Herman Benjamin já manifestou nos bastidores do TSE o desejo de que o ministro Henrique Neves participe do julgamento. As informações são da Agência Estado.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here