Microcefalia: Ricardo propõe a Dilma sistema de acompanhamento de gestantes

    0

    O governador Ricardo Coutinho propôs à presidente Dilma Rousseff e a todos os governadores do Brasil, em reunião na tarde desta terça-feira (8) em Brasília, a implementação de um sistema de acompanhamento de gestantes e crianças com até dois anos de idade. A ação pretende ampliar o monitoramento do zika vírus, apontado como causador dos casos de microcefalia.

    Ricardo anunciou que, nos próximos dias, apresenta o plano estadual onde detalha a proposta apresentada na reunião em Brasília. “Estou anunciando, nos próximos dias, o plano estadual, que terá uma série de intervenções, mas propus à presidenta e aos governadores algo que vai além do zika vírus e do Aedes aegypti. É um sistema de acompanhamento das gestantes e das crianças. Com isso, a gente teria não só o monitoramento em função da microcefalia, mas a diminuição drástica da mortalidade materna”, adiantou o governador.

    Ele ainda destacou que a presidente Dilma Rousseff ressaltou a preocupação nacional com a proliferação do Aedes aegypti e os crescentes casos de microcefalia em bebês. “A presidenta Dilma, pessoalmente, chamou uma reunião com todos os governadores do Brasil, independentemente de filiação partidária. O Governo Federal ouviu os governadores e se comprometeu em criar uma grande coordenação e agir conjuntamente com estados e municípios”, comentou.

    Ricardo também lembrou que o combate ao mosquito começa dentro de cada moradia, não é uma missão apenas dos municípios, dos agentes de saúde e dos governos estaduais. “Nós precisamos compreender que 80% das ocorrências de criadouros do mosquito existem dentro das casas e cada um precisa olhar para seu quintal, para seu próprio ambiente”, alertou.

    O governador da Paraíba avaliou que a reunião da presidente Dilma com os governadores foi importante e demonstrou a união do País.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here