Medo de perder liberdade foi principal motivo de não assumir filhos

    1

    Quando tinha 18 anos, o comerciante André Dantas,39, recebeu a notícia que poderia mudar toda a rotina que vivia na época. Ele iria ser pai. Ao pensar nas festas, saídas com os amigos, não teve dúvidas. Acreditou que não poderia deixar tais atividades, não estava preparado. “Então a menina, que hoje já tem 21 anos, nasceu e eu deixei que a mãe criasse. Continuei saindo com meus amigos, farrando, tendo muitas namoradas e não pensava muito que existia uma outra pessoa que precisava de mim”, relatou.

    Um ano após o nascimento da primeira filha, nasceram outros dois filhos, desta vez, gêmeos, resultado de suas noites de farra. André acompanhou de longe o crescimento de seus filhos e hoje afirma que “nem sente tanto amor por eles” como acredita que também seja recíproco.

    Colaboração Edilane Ferreira/Jornal A União

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here